Prefeitura do Rio libera esportes em grupo e abertura dos pontos turísticos

A partir de hoje (17), a cidade do Rio de Janeiro ingressa na fase 4 do plano de retomada econômica criado em decorrência do coronavírus. As escolas que estavam previstas para retomar as aulas presenciais nesta fase continuam fechadas segundo o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos).

Prefeitura do Rio avalia liberação de esportes em grupo e abertura dos pontos turísticos
Prefeitura do Rio avalia liberação de esportes em grupo e abertura dos pontos turísticos (Foto: Google)

A respeito dos pontos turísticos, eles voltam a receber o público com 1/3 da capacidade total e mantendo um distanciamento mínimo de 4m² por pessoa.

Mesmo com a liberação da prefeitura, nem todos os pontos serão reabertos de imediato. O Pão de Açúcar, o Corcovado, o Aquário e o RioStsar permanecem fechados até a primeira quinzena de agosto.

Nesses casos, a prefeitura vai ser unificada com outros pontos turísticos da cidade, com a finalidade de retomar as atividades de forma conjunta e segura. O maior objetivo é preservar o bem-estar e a saúde de todos os visitantes e funcionários.

Para estimular a presença dos cariocas, a prefeitura informou que uma campanha de descontos será comunicada nos próximos dias.

Já nos clubes, somente a prática da natação será liberada, o lazer continua proibido. Para os jogos nas quadras das praias eles podem acontecer somente nos dias úteis. O estacionamento na Orla também pode voltar a operar.

“As medidas de uso da máscara, afastamento social e uso de álcool gel têm feito com que as curvas caiam, de uma maneira vertiginosa. Isso nos deixa muito feliz”, comemorou o prefeito Crivella.

O que está previsto na fase 4 da retomada econômica no Rio

  • Esportes coletivos (em dias úteis) em quadras nas praias e lagoas
  • Lojas de shopping e estacionamentos – a capacidade passa a ser de 2/3
  • Pontos turísticos – com 1/3 da capacidade e distanciamento de 4 m² por pessoa
  • Reabertura de piscinas nos clubes para prática de natação
  • Comércio de rua – a capacidade passa a ser de 2/3 e o funcionamento aos sábados está liberado a partir das 9h
  • Reabertura de estacionamentos na orla
  • Reabertura de feiras de artesanato – somente para venda de produtos desse segmento, mas proibida a comercialização de alimentos e bebidas
  • Academias – o distanciamento que era de 6 m² por pessoa passa a ser de 4 m².

Crivella projetava um retorno a normalidade em agosto mas reconheceu que não será possível. Até a última quarta, 15, o Rio registrou 7.500 mortes e 65.489 casos de coronavírus.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.