Shoppins do Rio de Janeiro ampliam horário de funcionamento a partir de hoje (10)

Flexibilização da quarentena atinge mais um passo nesta sexta-feira (10). A partir de hoje, os centros de compras do Rio de Janeiro terão seu horário de funcionamento estendido. De acordo com a prefeitura municipal, os shoppings poderão funcionar das 12h até às 22h. Além disso, o decreto irá aumentar o tempo de atuação de outros serviços, como as casas lotéricas.  

Shoppins do Rio de Janeiro ampliam horário de funcionamento a partir de hoje (10)
Shoppins do Rio de Janeiro ampliam horário de funcionamento a partir de hoje (10) (Imagem: Reprodução/Culture Trip)
publicidade

Intitulada de fase 3B, a flexibilização da quarentena no Rio de Janeiro segue sendo realizada. Segundo o governador Wilson Witzel, as medidas vêm sendo aplicadas de acordo com os índices de infectados.

A partir deste final de semana, vias públicas voltarão a ser abertas para lazer, as feiras de artesanato poderão funcionar e as vilas olímpicas serão ocupadas novamente.  

Já na fase 3A, o decreto manteve as seguintes medidas: 

  • Lanchonete bares e restaurantes com funcionamento até 23h. 
  • Comércio de rua poderá funcionar de 11h às 17h, com 1/3 da capacidade 
  • Salões de beleza e estética e estúdios de tatuagem mantém as mesmas normas 
  • Academias podem funcionar, com restrições, e as aulas de natação estão permitidas 
  • Refeitório das escolas municipais podem funcionar, mas aulas permanecem suspensas 
  • Ambulantes podem trabalhar apenas se tiverem ponto fixo e seguem proibidos nas praias 
  • Praias permitidas apenas para as práticas e atividades esportivas individuais 
  • Pontos turísticos seguem fechados 
  • Jogos de futebol seguem sem torcida 

Rio de Janeiro permite atividades ao ar livre 

Outra liberação da prefeitura também foi a ocupação em praias, parques e demais espaços públicos ao ar livre. Para poder circular nesses ambientes, será preciso utilizar as máscaras de proteção obrigatoriamente.  

Mas, vale dizer que o uso das praias para banho não estão autorizados. O prefeito da capital carioca, Marcelo Crivella, condicionou o retorno dos banhistas a criação de uma vacina do Covid-19.

O mesmo se aplica para esportes feitos em clubes, associações, hipódromos e quadras de aluguel, ainda impossibilitados de realizarem esportes de contato.

Escolinhas de treinamento e eventos em espaços fechados seguem sem autorização e previsão de retomada, junto com a proibição de sauna e a hidromassagem. 

“Nós esperamos que a vacina chegue bem antes disso (do verão). Esses locais em que não dá para ficar de máscara tendem a ficar para depois da vacina”, afirmou o prefeito Marcelo Crivella, ao anunciar as novas medidas em coletiva de imprensa.
 

Eduarda AndradeEduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco e formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguagens. No mercado de trabalho, já passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de ter assessorado marcas nacionais como a Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.