Museus, cinemas e espaços culturais reabrem no Rio de Janeiro dia 16 de agosto

Rio de Janeiro permanece flexibilizando a quarentena e anuncia retomada de atividades culturais. A partir o dia 16 de agosto, os cariocas voltarão a contar com cinemas, apresentações de teatro e demais programações realizadas em espaços culturais. A decisão faz parte do projeto de reabertura, desenvolvido pelo governo estadual, intitulada como ‘fase 6’.  

Museus, cinemas e espaços culturais reabrem no Rio de Janeiro dia 16 de agosto (Imagem: Reprodução - Google)
Museus, cinemas e espaços culturais reabrem no Rio de Janeiro dia 16 de agosto (Imagem: Reprodução – Google)

Para que as atividades culturais voltem a acontecer, o governo criou uma série de medidas de segurança e higienização.

De acordo com a prefeitura do Rio de Janeiro, mesmo com altos números de infectados, a região está preparada para avançar em mais uma etapa. Para isso, serão aplicadas restrições, como a redução das taxas de ocupação a ações de distanciamento.  

Protocolos sanitários também deverão ser aplicados, dessa vez em parceria com o governo estadual. Nesse caso, os procedimentos contarão com a participação e fiscalização dos representantes da vigilância sanitária.  

Medidas de segurança para a volta das programações culturais no Rio de Janeiro 

Nas salas de cinema, a prefeitura já informou que a reabertura está prevista em 219 unidades, que deverão seguir tais medidas:  

  • Caixas de autoatendimento 
  • Lotação reduzida a 1/3 da capacidade 
  • Menos sessões e intervalos maiores, para fazer a higienização 
  • Estímulo à venda de ingressos e produtos pela internet 
  • Itens do cardápio por QR code 
  • Limpeza constante do ar-condicionado 
  • Uso de álcool em gel: uma placa na entrada pedindo para higienizar as mãos antes e depois da compra o ingresso 
  • Máscara: só pode ser retirada dentro da sala, para comer e ou beber 
  • A volta do ‘lanterninha’: vai haver rondas na sala (“A ideia é orientar, auxiliar, não constranger”), e não pode haver troca de lugar durante a sessão 
  • Bombonière: operadores irão orientar sobre o consumo de alimentos e bebidas; só sentado, no lugar marcado 
  • Entrada na sala de forma gradativa 
  • Distanciamento de dois metros na fila e na sala 
  • Vídeo com as orientações, antes das sessões 

As mesmas medidas serão aplicadas nos teatros e demais centros culturais, levando em consideração o modo de funcionamento de cada um deles.  

Planejamento poderá ser suspenso  

Mesmo com o plano de ação já encaminhado, os gestores explicaram que o mesmo poderá ser suspenso caso o número de infectados fique acima do balanço feito pela secretaria de saúde.

Se a mapa da curva da covid-19 mudar, a cidade deverá fechar novamente os setores até que o quadro seja revertido.  

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.