Auxílio emergencial: Veja quais pagamentos serão feitos essa semana

A Caixa Econômica paga hoje (27), a quarta parcela do auxílio emergencial para os beneficiários do Bolsa Família com o Número de Identificação (NIS) final 6. Serão cerca de 1,9 milhão de pagamentos para os beneficiários do Bolsa Família elegíveis para receber o auxílio.

Auxílio emergencial: Veja quais pagamentos serão feitos essa semana
Auxílio emergencial: Veja quais pagamentos serão feitos essa semana (Imagem FDR)

Os pagamentos do auxílio emergencial para os beneficiários do Bolsa Família, seguem o calendário original do programa assistencial. Confira todas as datas:

Número final do NIS Data de recebimento
NIS final 1 20 de Julho
NIS final 2 21 de Julho
NIS final 3 22 de Julho
NIS final 4 23 de Julho
NIS final 5 24 de Julho
NIS final 6 27 de Julho
NIS final 7 28 de Julho
NIS final 8 29 de Julho
NIS final 9 30 de Julho
NIS final 0 31 de Julho

Fonte: Caixa Econômica Federal

Outros beneficiários

Já para os outros beneficiários do auxílio emergencial, os pagamentos da quarta parcela começaram a ser feitos na última quarta, 22.

Estas datas são válidas para os beneficiários inscritos no Cadastro Único e para quem solicitou o auxilio pelo aplicativo e site, e receberam a primeira parcela até 30 de abril.

Os outros aprovados também começaram a receber na última quarta: aprovados no segundo lote receberam a terceira parcela; aprovados no terceiro e quarto lotes receberam a segunda; e novos aprovados receberam o primeiro pagamento.

O calendário de pagamentos deste ciclo foi organizado de acordo com o mês do aniversário do beneficiário, e vai até 26 de agosto. Para consultar o andamento da solicitação é preciso entrar no site ou aplicativo do auxilio emergencial.

Devoluções do auxílio somam R$72 milhões

Segundo o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni (DEM), foram devolvidos por cerca de 79 mil pessoas, os valores pagos indevidamente do auxílio emergencial.

Estas pessoas não se enquadravam nas exigências do benefício e o montante devolvido somou R$72 milhões. O procedimento de devolução é feito através do portal do Ministério da Cidadania.

O ministro disse em entrevista a TV Band, que as devoluções foram feitas por pessoas que receberam o auxílio indevidamente e das mais variadas formas.

Ele disse que o total devolvido por estas 79.067 pessoas já retornaram para os cofres públicos, e vão ser direcionados para quem realmente precisa.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.