Quando começa a funcionar a prova de vida digital do INSS?

A prova de vida precisa ser realizada anualmente, porém, por conta da pandemia, ela começará a ser feita de forma online. Basicamente, o INSS vai fazer o procedimento em seus segurados por meio do celular. O projeto-piloto vai contar com 550 mil pessoas de todo o Brasil e deve ser iniciado no próximo mês de agosto.

Quando começa a funcionar a prova de vida digital do INSS?
Quando começa a funcionar a prova de vida digital do INSS? (Foto: Google)
publicidade

Atualmente, já está sendo possível realizar alguns processos à distância, por meio do Meu INSS. Essa é uma medida para reduzir a contaminação dos segurados por meio do coronavírus.

Como vai funcionar a prova de vida online?

A princípio, o processo será realizado por meio de reconhecimento facial, afinal, os segurados já possuem documentos com foto cadastrados. Será utilizada a câmera do aparelho celular para o procedimento.

Segundo Leonardo Rolim, presidente do INSS, futuramente, o INSS também vai incorporar o uso da biometria por meio da chamada “digital viva”.

Esse piloto vai dar preferência para aqueles que deveriam ter feito a prova de vida logo antes da suspensão da exigência, em meados de março, logo no início do estado de calamidade pública. Esse é o caso de muitos segurados que fazem aniversário em janeiro e fevereiro.

O número de pessoas que vai fazer os testes é cerca de 1,5% de todos os segurados, que atualmente são mais de 36 milhões de pessoas.

A prova de vida é um procedimento obrigatório e é feita a cada 12 meses. Ela é necessária para garantir que o usuário continue recebendo seu benefício. Hoje em dia, isso é feito de forma presencial nas agências bancárias e isso requer que o segurado se desloque de casa até o banco.

Existem alguns casos onde não há essa possibilidade: quando o beneficiário tem mais de 80 anos ou possui alguma deficiência que dificulte sua locomoção.

O intuito dessa mudança é minimizar o máximo possível as chances dos segurados se deslocarem até uma agência do banco ou do INSS. A ideia é simplificar os processos e facilitar para ambas as partes.

Ainda não há informação sobre quem deverá fazer a prova de vida no projeto piloto. Os escolhidos serão notificados diretamente pelo INSS.

 

Amanda CastroAmanda Castro
Amanda Castro é graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP). É responsável pela área de negócios, tráfego e otimização SEO do portal FDR. Além disso, é também redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular, finanças e programas sociais.