Saques do auxílio emergencial terminam calendário hoje; confira quem recebe

Termina hoje (14), o calendário de saques e transferências dos valores da primeira parcela do auxilio emergencial do governo para os aprovados do terceiro lote inscritos pelo site ou aplicativo do auxilio. Ficam autorizado o recebimento em espécie para os trabalhadores nascidos entre outubro e dezembro.

Saques do auxílio emergencial terminam calendário hoje; confira quem recebe
Saques do auxílio emergencial terminam calendário hoje; confira quem recebe (Imagem: FDR)

Os trabalhadores nascidos nestes meses somam 1,2 milhão de beneficiados no terceiro lote de aprovados pela Dataprev. Considerando todos os aprovados, este lote contém 5,9 milhões de pessoas.

Deste modo, todos os trabalhadores inclusos neste terceiro lote já podem sacar e transferir seus valores. O crédito dos valores já estavam disponíveis desde o dia 17 de junho. Confira o calendário completo:

Calendário primeira parcela terceiro grupo (atualizado)

  • Nascidos em Janeiro: 06/07/2020
  • Nascidos em Fevereiro: 07/07/2020
  • Nascidos em Março: 08/07/2020
  • Nascidos em Abril: 09/07/2020
  • Nascidos em Maio: 10/07/2020
  • Nascidos em Junho: 11/07/2020
  • Nascidos em Julho: 13/07/2020
  • Nascidos em Agosto: 13/07/2020
  • Nascidos em Setembro: 13/07/2020
  • Nascidos em Outubro: 14/07/2020
  • Nascidos em Novembro: 14/07/2020
  • Nascidos em Dezembro: 14/07/2020

O pagamento da segunda parcela do auxilio para este grupo ainda segue sem definição.

Balanço do auxilio emergencial

De acordo com informações da Caixa, cerca de 65,2 milhões de pessoas já receberam o auxílio emergencial, dentro das parcelas 1, 2 e 3, resultando em R$121,1 bilhões.

Dos 109,1 milhões de cadastros no programa, 107,8 milhões já foram processados pela Dataprev. Cerca de 860 mil ainda esperam por reanálise, todos inscritos no app e site do auxílio, enquanto cerca de 1,3 milhão ainda estão em primeira análise.

Prazo de inscrição no auxilio pode ser prorrogado

O prazo de solicitação do auxílio emergencial do governo terminou no último dia 2 de julho, porém, a Defensoria Pública da União (DPU), ajuizou na justiça uma ação civil pública com objetivo de prorrogar o período de solicitações da ajuda governamental. Mesmo com a extensão do pagamento em dois meses, a data final para o cadastro não foi alterada.

A ação foi ajuizada por Walker Pacheco, o defensor regional de direitos humanos da Defensoria Pública da União (DPU) no Ceará.

Walker acredita que as pessoas que contavam com renda antes do dia 2 de julho, possam passar a um estado de vulnerabilidade social, depois desta data e entrariam nas regras para receber o auxílio emergencial.

Ele afirma que a limitação da data de solicitações caracteriza uma insuficiência na proteção social, ao passo que novas demissões vão continuar acontecendo.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA