Consulta do auxílio emergencial: Veja canais para acompanhar a sua solicitação

PONTOS CHAVES

  • O site, telefone e aplicativo do auxilio estão disponíveis para consultas 
  • Auxílio será estendido em dois meses 
  • Primeira parcela para terceiro grupo tem pagamento concluído pela Caixa

Após a solicitação do auxílio emergencial, o solicitante tem três maneiras de acompanhar o andamento do seu pedido. As informações podem ser encontradas no site e aplicativo do Auxílio Emergencial ou pelo telefone. Saiba mais aqui.

Consulta do auxílio emergencial: Veja canais para acompanhar a sua solicitação
Consulta do auxílio emergencial: Veja canais para acompanhar a sua solicitação (Imagem Google)

Aplicativo Auxílio emergencial

Este aplicativo foi o primeiro a ser lançado, e até o último dia 2 era usado para que as pessoas que se enquadravam nos requisitos pudessem solicitar o auxílio emergencial.

Após esta data, o aplicativo permanece funcionando apenas para que as pessoas que pediram o benefício possam acompanhar o andamento da concessão.

Quando chegam na Dataprev os dados são analisados para confirmar se aquele trabalhador tem direito ao auxílio ou não. O requerente precisa aguardar a resposta que é dada neste aplicativo.

Para acompanhar o andamento do pedido clique na opção “acompanhe sua solicitação”.

Os pedidos de reanálise podem ser feitos normalmente mesmo após o fim do prazo de solicitação do auxílio. O aplicativo Auxílio Emergencial está disponível para download nas lojas de aplicativos de celulares Android e iOS.

Site Auxílio Emergencial

O site tem uma configuração similar ao do aplicativo e a forma de utilização é parecida. Ao entrar no site é só clicar na opção “Acompanhe sua Solicitação”, e inserir os dados solicitados.

Site Dataprev

Agora, além do site e do aplicativo disponibilizado pela Caixa Econômica Federal, o cidadão pode acompanhar o andamento do pedido pelo endereço: https://consultaauxilio.dataprev.gov.br.

Nesta nova ferramenta é possível verificar todos os detalhes do cadastro, incluindo o envio dos dados para a Dataprev, resultados de análises, datas de recebimento e até informações sobre o motivo de uma possível resposta negativa de recebimento do auxílio.

Telefone

Se preferir, é possível consultar o andamento do pedido através do telefone 111. a ligação é gratuita.

Extensão do auxílio emergencial

Considerando as conversas entre o ministro da Economia Paulo Guedes com interlocutores do meio político, a extensão do auxílio que no total será de R$1,2 mil por pessoa, e já está definida entre ele e o presidente Jair Bolsonaro. O presidente inclusive, foi convencido por Guedes a agir desta forma.

O valor de R$1,2 mil até o momento será pago da seguinte forma:

  • No fim de julho, será feito um pagamento de R$500
  • Nos primeiros dias de agosto, um pagamento de R$100
  • Ainda no mês de agosto, seriam pagas mais duas parcelas de R$300

Da mesma maneira que vem acontecendo com o pagamento das primeiras três parcelas do auxílio, a extensão será depositada primeiramente em conta poupança digital. Posteriormente o valor poderá ser sacados em espécie, seguindo um calendário específico.

Defensoria Pública quer mais tempo para solicitações do auxilio

A Defensoria Pública da União (DPU), ajuizou na justiça uma ação civil pública com objetivo de prorrogar o período de solicitações da ajuda governamental. Mesmo com a extensão do pagamento em dois meses, a data final para o cadastro não foi alterada.

A ação foi ajuizada por Walker Pacheco, o defensor regional de direitos humanos da Defensoria Pública da União (DPU) no Ceará.

Walker acredita que as pessoas que contavam com renda antes do dia 2 de julho, possam passar a um estado de vulnerabilidade social, depois desta data e entrariam nas regras para receber o auxílio emergencial.

Ele afirma que a limitação da data de solicitações caracteriza uma insuficiência na proteção social, ao passo que novas demissões vão continuar acontecendo.

“A imposição irá atingir pessoas potencialmente vulneráveis, como, por exemplo, aqueles que não conseguiram requerer o benefício no prazo informado em razão de problemas estruturais de inacessibilidade, impactando sobretudo aqueles cidadãos que passaram a preencher os requisitos previstos (elegíveis) após a data de 2 de julho de 2020”, alegou Pacheco.

Aplicativo auxilio (Google)

Pagamento da primeira parcela para terceiro grupo aprovado é concluído

Terminou hoje, o calendário de saques e transferências dos valores da primeira parcela do auxilio emergencial do governo para os aprovados do terceiro lote inscritos pelo site ou aplicativo do auxilio. Ficam autorizados o recebimento em espécie para os trabalhadores nascidos entre outubro e dezembro.

Os trabalhadores nascidos nestes meses somam 1,2 milhão de beneficiados no terceiro lote de aprovados pela Dataprev. Considerando todos os aprovados, este lote contém 5,9 milhões de pessoas.

Deste modo, todos os trabalhadores inclusos neste terceiro lote já podem sacar e transferir seus valores. O crédito dos valores já estavam disponíveis desde o dia 17 de junho. Confira o calendário completo:

Calendário primeira parcela terceiro grupo (atualizado)

  • Nascidos em Janeiro: 06/07/2020
  • Nascidos em Fevereiro: 07/07/2020
  • Nascidos em Março: 08/07/2020
  • Nascidos em Abril: 09/07/2020
  • Nascidos em Maio: 10/07/2020
  • Nascidos em Junho: 11/07/2020
  • Nascidos em Julho: 13/07/2020
  • Nascidos em Agosto: 13/07/2020
  • Nascidos em Setembro: 13/07/2020
  • Nascidos em Outubro: 14/07/2020
  • Nascidos em Novembro: 14/07/2020
  • Nascidos em Dezembro: 14/07/2020

O pagamento da segunda parcela do auxilio para este grupo ainda segue sem definição.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.