publicidade

Neste ano, a Receita Federal reduziu de sete para cinco o número de lotes de restituição do IRPF 2020. Sendo assim, aqueles que vão receber de volta uma parte do imposto pago terão acesso ao dinheiro mais cedo.

Receita paga restituição do IRPF 2020 no último dia útil de julho; veja quem vai receber
Receita paga restituição do IRPF 2020 no último dia útil de julho; veja quem vai receber (Foto: FDR)
publicidade

O primeiro lote da restituição já foi pago em 29 de maio, já o segundo foi em 30 de junho e os outros serão pagos mês a mês até setembro. Antes, a restituição era paga até dezembro.

Os lotes podem ser consultado uma semana antes da data de pagamento. Para saber se foi liberado, o contribuinte deve entrar no site da Receita, com o seu CPF e a sua data de nascimento para verificar se o seu pagamento está ou não no próximo lote.

Também é possível obter informações no Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte (e-CAC), serviço Restituição e Compensação, item Restituição do IRPF, opção Extrato de Processamento da DIRPF.

Calendário de pagamento da restituição do IRPF 2020

  • 1º lote: 29/05/2020 
  • 2º lote: 30/06/2020 
  • 3º lote: 31/07/2020 
  • 4º lote: 31/08/2020 
  • 5º lote: 30/09/2020

No primeiro lote receberam prioritariamente os idosos a partir de 60 anos, pessoas com deficiência e também professores, desde que o magistério seja sua maior fonte de renda.

Já do segundo lote em diante, a liberação é feita de acordo com a data em que o contribuinte enviou a sua declaração.

Caso o cidadão precise fazer uma correção de alguma informação e entregar uma declaração retificadora, passa a valer a data de envio da retificação. Sendo assim, ele vai para o fim da fila da restituição.

O crédito da restituição do IRPF 2020 será efetuado em conta corrente ou de poupança em nome do próprio beneficiário do pagamento.

A Receita Federal informa que não é possível receber o valor da restituição em conta de terceiros, nem em conta-salário, mesmo que essa seja do contribuinte.

Os dados bancários da conta que o dinheiro será depositado são informados pelo contribuinte antes de finalizar a declaração do Imposto de Renda.

Se for necessário alterar a conta bancária, o contribuinte tem três opções:

Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.