Prova de vida online começa a ser testada no INSS; saiba como participar

INSS informa que passará a fazer sua prova de vida online. Nessa semana, o presidente do Instituto Nacional do Seguro Social, Leonardo Rolim, informou que os aposentados e pensionistas passarão a contar com um novo serviço digital.  

Prova de vida online começa a ser testada no INSS; saiba como participar (Imagem: Reprodução - Google)
Prova de vida online começa a ser testada no INSS; saiba como participar (Imagem: Reprodução – Google)
publicidade

A atualização anual dos documentos, atualmente suspensa mediante a pandemia do novo coronavírus, passará a ser feita por meio de reconhecimento facial. Inicialmente, o teste será aplicado apenas para um grupo específico.

De acordo com Leonardo Rolim, o projeto piloto contará com a participação de 550 mil beneficiários e deverá ser aplicado a partir do mês de agosto. Inicialmente, serão convocadas apenas as pessoas nascidas entre os meses de janeiro ou fevereiro, que não conseguiram fazer a prova de vida presencialmente mediante a chegada da pandemia.  

A realização deverá ser feita por meio de um mecanismo de reconhecimento facial, através da câmera do celular, ficando disponível para quem já tem carteira de motorista ou título de eleitor digital.

Na sequência, em um futuro próximo, de acordo com o presidente, o INSS deverá também incorporar o uso da biometria por meio da chamada “digital viva”. 

Rolim explicou ainda que, nesse momento a ação deverá incluir cerca de 1,5% dos 36 milhões de beneficiários do INSS. Além disso, ressaltou que o projeto tem como finalidade minimizar os efeitos da pandemia do novo coronavírus, que atrasou as atualizações cadastrais dos segurados.  

Sobre a prova de vida do INSS 

Trata-se de uma medida obrigatória, solicitada pela administração do INSS, para poder comprovar que o segurado está vivo. Desse modo, o instituto evita pagar valores para pessoas que não estejam vivas, repassando para familiares, por exemplo. 

Antes da pandemia, a atividade era feita presencialmente em uma agência bancária. Bastava se apresentar com um documento oficial com foto e conferir se dados como endereço, número para contato, entre outros, estão atualizados.  

“O objetivo é minimizar ao máximo a necessidade de as pessoas irem ao banco ou à agência do INSS para fazer prova de vida, buscando simplificar a vida das pessoas”, afirma o presidente. O órgão ainda está decidindo como fará a notificação dos beneficiários elegíveis para dar início ao projeto. 

Eduarda AndradeEduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco e formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguagens. No mercado de trabalho, já passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de ter assessorado marcas nacionais como a Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.