Anualmente, milhões de brasileiros precisam se preocupar com algumas contas do carro a serem pagas, seja o licenciamento ou o IPVA. Mas o que muitos ainda não sabem é sobre a isenção do IPVA 2020 do seu veículo.

publicidade
IPVA 2020 não precisa ser pago por ESTES carros; veja quais!
IPVA 2020 não precisa ser pago por ESTES carros; veja quais! (Montagem/ FDR)
publicidade

É preciso lembrar que essa regra muda de estado para estado. Para facilitar, vamos explicar:

Alguns estados oferecem isenção para veículos com mais de 15 anos, são eles:

  • Amapá;
  • Amazonas;
  • Bahia;
  • Ceará;
  • Distrito Federal;
  • Espírito Santo;
  • Maranhão;
  • Pará;
  • Paraíba;
  • Piauí;
  • Rio de Janeiro;
  • Rondônia;
  • Sergipe;
  • Tocantins.

No Mato Grosso, com 18 anos de fabricação o proprietário do veículo fica isento do IPVA.

Outros estados oferecem esse benefício aos veículos com mais de 20 anos:

  • Alagoas;
  • Acre;
  • São Paulo;
  • Paraná;
  • Mato Grosso do Sul;
  • Rio Grande do Sul.

Nos estados de Roraima, Goiás e Rio Grande do Norte o tempo de contribuição necessário para conseguir a isenção é de 10 anos. Após esse período não é mais preciso efetuar o pagamento do IPVA.

No estado de Santa Catarina, todos os veículos que tenham sido fabricados até o ano de 1985 são isentos. Outros dois estados possuem um sistema diferente, que oferece um desconto progressivo de acordo com a idade do carro, estamos falando de Minas Gerais e Pernambuco.

Basicamente, quando tiver dúvida, o proprietário do veículo precisa se atentar à regra de seu estado e verificar o ano de fabricação. Vale ressaltar que no CRLV existem duas datas informadas, o “o ano de fabricação” e o “ano-modelo”, nesse caso, o que vale é a primeira.

Quando pagar o IPVA

Por conta da pandemia, o calendário de pagamentos foi modificado em várias regiões. Anteriormente, o prazo se encerraria ainda no primeiro semestre, mas foi adiado para o fim do ano.

O pagamento deste imposto é obrigatório, mas o prazo final varia de estado para estado. Por isso, é importante que o proprietário do veículo confira com o Detran de sua localidade.

É possível conseguir ter acesso ao calendário através do site do órgão. Além disso, o pagamento pode ser feito de maneira online, pois basta inserir o número do Renavam e pronto.

O motorista consegue ver a quantidade de parcelas, possibilidade de descontos e se há mais algum débito do veículo em aberto, consultando no Detran ou site da Secretaria Estadual da Fazenda.

 

 

Amanda Castro é graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP). É responsável pela área de negócios, tráfego e otimização SEO do portal FDR. Além disso, é também redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular, finanças e programas sociais.