Muitas pessoas querem se tornar MEI, mas ainda não sabem como abrir a sua empresa. Pensando nisso, o aplicativo MEI Fácil foi criado para ajudar essas pessoas. 

publicidade
MEI Fácil: Conheça plataforma que reúne todas as informações em um só lugar
MEI Fácil: Conheça plataforma que reúne todas as informações em um só lugar (Imagem: Reprodução/MEI Fácil)
publicidade

O MEI Fácil foi criado em 2017, por Gislaine Zaramella e seu sócio. Ambos trabalhavam em uma empresa de contabilidade e sentiram essa necessidade.

Por meio dessa plataforma é possível abrir um CNPJ para MEI em segundos. No momento, há especialistas online para ajudar no preenchimento das informações. 

O CNPJ sai na mesma hora e os documentos são enviados por e-mail. O MEI também consegue emitir nota fiscal, pagar boletos e falar com um contador.

O aplicativo fica disponível para o microempreendedor poder controlar os seus gastos e pagar os seus boletos.

O atendimento pode ser realizado por e-mail e chat para ajudar os microempreendedores, a fazer a declaração, a regularização de boletos atrasados. 

Além disso, são enviados lembretes para que o CNPJ esteja sempre em dia. Este serviço é pago, o preço é de R$69,90.

Os microempreendedores podem solicitar uma maquininha de cartão, as de SumUP. Está máquina de cartão tem uma taxa de apenas 1% nos primeiros meses.

No pagamento do débito, os microempreendedores recebem o seu pagamento em até 1 dia útil com 1,90% à vista. Já no crédito são dois planos: o plano antecipado e o plano econômico.

O antecipado, o dinheiro é recebido em até 1 dia útil, com 4,60% à vista e 1,5% por parcela.

Já no plano econômico o dinheiro é recebido em até 30 dias, com 3,10% à vista e 3,90% por parcela.

Não é cobrado aluguel e nem taxa de adesão para aqueles que adquirir, pode ser parcelado em até 12 vezes e o frete é grátis para o Brasil.

No site, a startup atende de 1.000 a 1.200 MEIs por dia e no aplicativo são mais de 200 mil usuários ativos. 

Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.