publicidade

O programa CNH Social, que concede a oportunidade de tirar, adicionar ou mudar a categoria da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) de forma gratuita, classificou cerca de 300 candidatos que serão convocados em uma lista extra. Esta lista será divulgada em breve pelo Detran de Goiás (Departamento Estadual de Trânsito de Goiás).

CNH Social: Governo de Goiás abre mais 300 oportunidades em 3ª chamada
CNH Social: Governo de Goiás abre mais 300 oportunidades em 3ª chamada (Foto Google)
publicidade

Os candidatos terão um prazo determinado para fazer a matrícula pela internet e posteriormente entregar sua documentação em um dos locais de atendimento presencial do Detran-GO, em vários municípios do estado.

“Já está autorizado, basta as pessoas entrarem no site do Detran e ver se foi selecionado ou não. As mesmas medidas obtidas nas seleções anteriores serão as mesmas utilizadas agora. Nessa terceira chamada 18% dos candidatos serão beneficiados, mais ou menos 300 pessoas poderão ser chamadas”, disse Marcos Roberto, o presidente do Detran.

Importante destacar que os candidatos convocados vão ter direito à isenção de cobranças do Detran-GO como: Inclusão no Renach, Licença de Aprendizagem de Direção Veicular, agendamento de prova teórica, agendamento de exame prático.

Os convocados também não precisarão pagar para realizar os exames médico e psicológico, junta médica, no caso de selecionados com deficiência, e toxicológico, que é exigido para categoria profissional.

Através de parcerias, serão ofertados também o curso teórico, de legislação de trânsito, aulas práticas de direção e a possibilidade de até três retestes.

Próximo passo para a CNH Social

A Assembléia Legislativa de Goiás já está com o projeto de lei que tem o objetivo de desburocratizar o programa CNH Social. Para o segundo semestre de 2020 serão ofertadas cerca de 4 mil carteiras de motorista pelo programa.

Marcos Roberto explicou que não teria a necessidade de enviar uma nova lei para que o programa continuasse, porém a gestão pública tem o desejo de desburocratizar os processos.

O programa CNH Social é dividido em três modalidades diferentes: CNH Social Estudantil, CNH Social Urbana e CNH Social Rural.

As pessoas que forem selecionadas não terão nenhum custo para tirar a primeira Carteira Nacional de Habilitação categorias A (motocicleta), B (automóvel), assim como a adição das categorias A ou B e a mudança de B para D (ônibus e micro-ônibus). Uma excelente oportunidade para os futuros condutores de baixa renda.

COMENTÁRIOS

Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.

VEJA TAMBÉM