publicidade

Um novo grupo de aprovados pela Dataprev, começa a receber amanhã, 27, pela Caixa Econômica Federal, a primeira parcela do auxílio emergencial do governo. Este grupo é formado por 1,1 milhão de pessoas e todos receberão neste primeiro momento através da conta poupança digital da Caixa.

Novos aprovados no auxílio emergencial receberão 1ª parcela a partir de amanhã (27)
Novos aprovados no auxílio emergencial receberão 1ª parcela a partir de amanhã (27) (Imagem FDR)
publicidade

Os saques e transferências para outras contas poderão ser feitos somente a partir de 18 de julho, seguindo um outro calendário que termina em 29 de setembro.

Calendário 1ª parcela do auxílio emergencial para novos aprovados

Depósito em conta poupança digital

 

Calendário para saques e transferências 

Fonte: Ministério da Cidadania e Caixa Econômica Federal

 

Segunda e terceira parcela para demais grupos

Estas mesmas datas serão utilizadas para o pagamento da terceira parcela do auxílio para o primeiro lote de aprovados, que receberam a primeira parcela até 30 de abril e a segunda parcela para o segundo lote de aprovados, que receberam a primeira entre os dias 16 e 29 de maio.

Balanço

De acordo com a Caixa Econômica, a Dataprev processou 106,3 milhões de dados de solicitantes do auxilio emergencial. 64,1 milhões do total considerado apto para o recebimento estão 19,2 milhões de beneficiários do Bolsa Família, 10,5 milhões do Cadastro Único e 34,4 milhões de trabalhadores que solicitaram a ajuda através do site ou aplicativo do programa.

Ainda restam 2 milhões de cadastros que precisam passar pela primeira análise da Dataprev e 1,3 milhão aguardam a reanálise.

Novas parcelas do auxílio emergencial

Na noite desta quinta-feira (25), em uma transmissão na internet, o presidente Jair Bolsonaro e o Ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciaram os valores que seriam pagos nas parcelas extras do auxílio emergencial do governo.

O benefício será mantido por pelo menos mais três meses, tendo o valor de R$500, R$400 e R$300 respectivamente. A intenção do governo de pagar estes valores já havia sido especulado pela imprensa.

Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.