Petrobras anuncia reajuste nos preços da gasolina e diesel a partir de hoje; o que muda?

Brasileiros pagarão mais caro pela gasolina. Nessa quinta-feira (18), a Petrobras informou que aplicará reajustes no valor de distribuição dos combustíveis. De acordo com o ofício, o preço do diesel será acrescentado em 8% e a gasolina em 5%, a partir já desta sexta-feira (19). Trata-se do segundo aumento somente no mês de junho, tendo em vista que no último dia 9 a estatal já havia realizado uma correção de 10% em comparação aos últimos 30 dias.  

Petrobrás anuncia reajuste nos preços da gasolina e diesel a partir de hoje! (Imagem: Reprodução - Google)
Petrobras anuncia reajuste nos preços da gasolina e diesel a partir de hoje! (Imagem: Reprodução – Google)

Segundo os analistas do setor, o motivo das modificações está associado a recuperação nas cotações do petróleo no mercado internacional, iniciada desde o mês de abril. Com o acordo feito entre a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), o produto voltou a recuperar sua demanda de produção e com isso sua valoração foi retomada.  

Mediante a este cenário, nos últimos dias o petróleo Brent internacional apresentou ganhos de mais de 100%, sendo o maior número desde o mês de abril, quando foi comercializado a menos de 15 dólares, o menor valor dos últimos 21 anos.  

Pronunciamento da Petrobras 

Ao anunciar os reajustes, a marca informou que manterá sua política de preços cuja finalidade é acompanhar os valores de paridade de importação. Com a valorização do petróleo no mercado internacional, tendo um maior custo para seu transporte mediante as taxas portuárias, o produto tende a ficar mais caro no mercado local.  

Além disso, as variações das taxas de câmbio e do dólar também influenciam nesse processo de decisão da venda. Somente os últimos dias, a moeda americana foi reajustada em mais de 10% contra o real, reforçando ainda mais o aumento do combustível.  

No que diz respeito ao impacto dessas mudanças no bolso dos consumidores, ainda não se sabe o valor exato. O reajuste não será de caráter imediato e levará em conta a margem da distribuição e revenda, impostos e adição obrigatória de biodiesel. 

De acordo com o presidente da Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom), Sergio Araujo, os preços médios de defasagem ainda irão se manter, uma vez em que será preciso que os produtos já estocados sejam vendidos, e apenas em uma nova remessa é que os postos de gasolina deverão pagar mais caro.  

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.