FIM das dívidas? Serasa libera pagamento de qualquer dívida por R$100

As pessoas que possuem dívidas com valores entre R$200 e R$1.000 originadas pelo parceiro Ativos dentro do Serasa Limpa Nome, vão poder pagá-las integralmente pelo valor de apenas R$100. Uma ótima oportunidade para quitar débitos atrasados.

FIM das dívidas? Serasa libera pagamento de qualquer dívida por R$100
FIM das dívidas? Serasa libera pagamento de qualquer dívida por R$100 (Foto: Pixabay)

Para conseguir renegociar as dívidas através desta opção, é necessário entrar no site do Serasa Limpa Nome. Quem preferir utilizar o aplicativo, também consegue as mesmas as condições. O aplicativo pode ser baixado nos sistemas iOS ou Android.

Importante ressaltar que os débitos precisam estar em nome da parceira da Serasa, a Ativos S/A. A grande parte dos débitos da securitizadora são financeiras, como por exemplo, dívidas de cheque especial, cartões de crédito e empréstimos.

De acordo com a empresa, esta ação pode ajudar cerca de 1,5 milhão de pessoas com débitos atrasados a quitar suas contas, precisamente a parcela de cidadãos que estão com mais dificuldades para conseguir os auxilio governamentais.

Canais de atendimento do Serasa

As agências do Serasa seguem fechadas por conta da pandemia do coronavírus, seguindo as recomendações das autoridades de saúde. Mas o atendimento pode ser realizado pelo Site e aplicativo do Serasa e também pelo Whatsapp, através do número: (11) 98870-7025.

Em todos os canais, as condições de renegociação são as mesmas.

Contas de luz são pagas pelos consumidores de baixa renda graças ao auxilio

Os dados divulgados sobre a arrecadação das distribuidoras de energia elétrica mostram que as famílias de baixa renda utilizaram parte do que receberam no auxílio emergencial do governo para quitar seus débitos atrasados de contas de luz, segundo um representante da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Esta tendência foi observada no mês passado, quando o comportamento dos consumidores mais carentes foi diferente das outras classes de clientes das distribuidoras de energia como as industrias e os órgãos do poder público que registraram um aumento considerável na inadimplência durante o mês de maio.

Com este movimento dos consumidores, a inadimplência entre os clientes das distribuidoras caiu bastante no mês passado e registrou 4,5% contra cerca de 10% em abril, de acordo com os dados divulgados pela agência reguladora.

O aumento nos pagamentos entre as famílias mais carentes coincidiu com o pagamento do auxilio emergencial do governo que aconteceu nos meses de abril e maio.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA