Auxílio emergencial: Guedes acaba de confirmar PRORROGAÇÃO no pagamento

O ministro Paulo Guedes oficializou hoje (9), a prorrogação do pagamento do auxilio emergencial do governo por mais dois meses. O que ainda precisa ser anunciado são os valores das novas parcelas, se serão mantidas nos atuais R$600 ou reduzidas.

Auxílio emergencial: Guedes acaba de confirmar PRORROGAÇÃO no pagamento
Auxílio emergencial: Guedes acaba de confirmar PRORROGAÇÃO no pagamento (Foto: Isac Nóbrega/PR)

Na semana passada, Jair Bolsonaro tinha contado aos jornalistas de uma conversa que teve com Guedes sobre a prorrogação do pagamento do auxílio, e o ministro confirmou as informações sobre as parcelas extras.

Segundo o secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, a intenção do governo é pagar duas parcelas de R$300 cada uma.

O auxílio emergencial foi criado para auxiliar os trabalhadores informais e suas famílias em meio a crise econômica causada pelo coronavírus. Atualmente é pago R$ 600 (ou R$ 1,2 mil para mães solteiras).

A proposta inicial era que os pagamentos durariam apenas três meses. Porém, o governo decidiu prorrogar a ajuda diante do avanço da doença.

O auxilio emergencial teve início em 7 de abril. Até ontem (9), números mostram que cerca 10,4 milhões de pedidos de auxílio emergencial ainda esperam a finalização da análise pela Dataprev, segundo a Caixa. Para este grupo, ainda não existe previsão de recebimento do auxílio.

Na reunião, outro assunto levantado foi o programa Renda Brasil que pretende unificar o auxilio emergencial e o Bolsa Família.

“Nós estávamos em um nível de emergência total a R$ 600, vamos começar agora uma aterrisagem, com a unificação de vários programas sociais, o lançamento do Renda Brasil, que o presidente vai lançar”, explicou Guedes.

Guedes afirmou que em meio a pandemia, o governo começou a olhar para um grupo de aproximadamente 38 milhões de brasileiros invisíveis que também precisam ser inseridos no mercado de trabalho.

“Vamos lançar um programa Verde e Amarelo. Só que agora nós sabemos quem eles são. Nós digitalizamos e temos o endereço de cada um. E nós vamos formalizar esse pessoal todo. Eles são brasileiros como todo mundo e eram invisíveis. Vamos estar lançando isso daqui a pouco”, finalizou Guedes.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.