Pequenas empresas são prejudicadas com falha na concessão de créditos

Durante a crise provocada pela pandemia do novo coronavírus, diversas ações foram desenvolvidas para tentar auxiliar os brasileiros e empresas que sofrem com o impacto econômico. Neste sentido, governo prometeu ajuda para médias e pequenas empresas para aliviar o setor financeiro delas. O grupo responde por metade dos empregos e 30% do PIB do país, mas mesmo com a liberação, estão com dificuldades de acessar o benefício.

Pequenas empresas são prejudicas com falha na concessão de créditos (Reprodução/Internet)
Pequenas empresas são prejudicas com falha na concessão de créditos (Reprodução/Internet)

De acordo com informações divulgadas à imprensa, até agora os bancos só realizaram a distribuição de 5% dos R$ 40 bilhões da linha de crédito prometidos pelo governo para ajudar no pagamento da folha de pequenas e médias empresas.

Com a quarentena instituída, estas empresas foram fortemente prejudicadas. Segundo reportagem do G1, no qual ouviu diversos empreendedores, as dificuldades na hora da solicitação de créditos são as mais diversas.

Um deles tentou crédito para pagamento dos funcionários, mas banco no qual é cliente rejeitou o pedido. A justificativa é de que faturamento geral do seu grupo supera os R$ 10 milhões de limite máximo.

Segundo ele, este tipo de ação já aconteceu com outros amigos. A análise que o proprietário faz é que por se tratar de uma taxa de juros baixa, o banco não vai querer realizar o empréstimo, pois não irá ganhar dinheiro.

Em dados divulgados pelo Sebrae, 86% das pequenas empresas que pediram crédito nos bancos não conseguiram. Este é o correspondente a um universo com 10 mil empresas. Sendo ainda 28% na espera de uma resposta de análise.

As desigualdades são evidentes, pois nos últimos meses bancos concederam R$ 442 bilhões em novos créditos nos últimos dois meses, mas 60% foram para grandes empresas, mostrando uma discrepância com o menor negócio.

Novo programa de crédito para médias e pequenas empresas

Vale lembrar que nesta terça (2), o Governo amuniciou a criação do Programa Emergencial de Acesso a Crédito destinado a pequenas e médias empresas, no qual vem no sentido de facilitar o acesso a crédito por meio da disponibilização de garantias, de acordo com Ministério da Economia.

Novo programa oferecerá crédito para empresas que tenham tido receita de R$ 360 mil a R$ 300 milhões em 2019. Os juros sob os empréstimos adquiridos não foram detalhados. Texto ainda precisa de regulamentação para ser garantido como lei.

A expectativa do governo federal é de realizar a criação do programa estar “operacional” ainda no final deste mês. Ele será destinado para atender empresas que empregam 3,3 milhões de trabalhadores.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.