Governo atualiza programa de crédito para empresas com novas regras; entenda!

Nesta terça-feira (2), foi lançada mais uma novidade para empresas que desejam aderir a créditos especias durante a pandemia do novo coronavírus. O momento atual tem preocupado o governo federal, o que resultou em diversas ações para conter a crise no país.

Governo atualiza programa de crédito para empresas com novas regras (Foto/Pixabay)
Governo atualiza programa de crédito para empresas com novas regras (Foto/Pixabay)
publicidade

A criação do Programa Emergencial de Acesso a Crédito destinado a pequenas e médias empresas vem no sentido de facilitar o acesso a crédito por meio da disponibilização de garantias, de acordo com Ministério da Economia.

Esta faz parte de uma das medidas criadas pelo governo federal para tentar diminuir os impactos nas empresas diante da pandemia do covid-19, no qual obrigou estabelecimentos comerciais e de serviços de todo o país a fecharem as portas.

Seguindo as regras, o novo programa oferecerá crédito para empresas que tenham tido receita de R$ 360 mil a R$ 300 milhões em 2019. Os juros sob os empréstimos adquiridos não foram detalhados.

De acordo com texto, até R$ 100 bilhões poderão ser emprestados considerando os investimentos previstos de até R$ 20 bilhões para Fundo Garantidor para Investimentos (FGI), administrado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Este mesmo fundo garantirá a cobertura da inadimplência que cada banco oferece, sendo utilizado um limite de até 30% do valor liberado pela instituição financeira no âmbito do programa.

Governo se considera confiante com a implementação do programa. Segundo a pasta, será função dos agentes financeiros a gestão da inadimplência de suas carteiras, nas quais incluem todo o processo de recuperação de crédito.

A expectativa do governo federal é de realizar a criação do programa estar “operacional” ainda no final deste mês. Ele será destinado para atender empresas que empregam 3,3 milhões de trabalhadores.

Mesmo com a publicação no Diário Oficial da União, nova linha de crédito ainda depende de regulamentação. É importante ressaltar que as Medidas Provisórias ainda precisam ser aprovadas pelo Congresso em até 120 dias depois de sua publicação para não perderem a validade.

AvatarREDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.