Cuiabá reabre shoppings a partir de hoje (3) com medidas restritivas

Nesta quarta-feira (3), os shoppings de Cuiabá vão retomar suas atividades, de acordo com o decreto assinado nesta terça-feira pelo governo do estado do Mato Grosso.

Cuiabá reabre shoppings a partir de hoje (3) com medidas restritivas
Cuiabá reabre shoppings a partir de hoje (3) com medidas restritivas (Foto: Google)

O decreto institui obrigações que os estabelecimentos devem cumprir para que sejam minimizados os efeitos da propagação do novo coronavírus

Hoje, as atividades do setor voltam a funcionar, mas terão os seus dias e horários alternativos para evitar as aglomerações e a exposição ao vírus.

O plano estratégico determinou que os shoppings centers retornam com horário de atendimento de segunda-feira a sábado das 14h às 22h, e o sistema delivery operando de segunda-feira a domingo, das 10h às 22h. 

Já para o Shopping Popular, o horário estabelecido é de segunda a sábado, das 09h às 17h.

O prefeito da cidade, Emanuel Pinheiro, disse que cada estabelecimento vai assumir uma responsabilidade para evitar a propagação do vírus e que haverá fiscalização das medidas determinadas.

Para essas atividades, o decreto determina que até o dia 30 de junho eles só poderão ter lotação de 30% da sua capacidade total.

Após esse período terá um aumento e a lotação passará a ser de 50% da capacidade. Se esse limite for ultrapassado, as portarias e acessos ao estacionamento devem ser fechados, até que a saída de pessoas seja realizada para que possa entrar novas.

No Shopping Popular de Cuiabá, o funcionamento vai acontecer com a limitação de abertura de 50% do boxs, alternando as datas, com a intenção de que todos possam  funcionar em dado período de tempo.

Da mesma forma, as praças de alimentação dos shoppings centers, que retornam apenas no dia 9 de junho, também deverão reduzir em 50% o número de mesas ofertadas.

Além disso, será necessário realizar o controle do fluxo de entrada e saída de pessoas, respeitado o distanciamento mínimo de 1,5m, assim como a aferição de temperatura corporal dos clientes na entrada do estabelecimento.

Será necessário realizar a demarcação (sinalização) no piso, com fita de auto adesão ou produto similar, nos locais em que exigem a formação de filas.

Não se pode esquecer que é obrigatório o uso de máscara de proteção, pelos funcionários, colaboradores, prestadores de serviço e clientes. 

O estabelecimento deve ofertar permanente de álcool em gel 70% espalhados pelas dependências do empreendimento, e realizar a desinfecção das áreas comuns via sistema de borrifamento a cada 48 horas.

Foi suspenso o serviço de disponibilização de cadeiras de rodas e carrinhos de bebê aos clientes e diminuiu o número de banheiros ofertados ao público, garantindo a permanência de um funcionário fixo no local, bem como a desativação de pias e mictórios com distância inferior a 1,5m.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.