Reabertura em SP: 38 shoppings voltaram a funcionar

Com os municípios divulgando seus planos de retomada da economia, já foram contabilizados a reabertura de 218 shopping centers em 14 estados brasileiros, segundo a Associação Brasileira de Shoppings Centers (Abrasce). Este total de shoppings reabertos equivalem a 38% do total de 577 estabelecimentos em todo o Brasil. Na estado de São Paulo, os estabelecimentos começaram a reabrir após as medidas de flexibilização divulgadas pelo governo do estado.

Reabertura em SP: 38 shoppings voltaram a funcionar
Reabertura em SP: 38 shoppings voltaram a funcionar (Foto Google)

Foram 38 shoppings abertos entre ontem (1) e hoje (2). Quinze cidades do interior paulista já reabriram seus centros de compras: Araçatuba, Botucatu, Franca, Jundiaí, Hortolândia, Guaratinguetá, Indaiatuba, Ribeirão Preto, Piracicaba, São José do Rio Preto, Sorocaba, São José dos Campos, Santa Bárbara do Oeste, Taubaté e Valinhos.

Já na capital paulista, os 54 shoppings continuam fechados e só começam a reabrir depois que a prefeitura aprovar as propostas e protocolos que serão apresentados pelos setores econômicos.

Todos os shoppings ficaram fechados no país até o mês de abril como forma de evitar o contágio pelo coronavírus. O balanço da Abrasce mostra que o maior número de shoppings reabertos foi registrado em São Paulo com 38.

Na sequência vem o Rio Grande do Sul com 36, Paraná com 35 e Santa Catarina 24. No Amazonas, 10 shoppings foram reabertos em Manaus.

Número de shoppings reabertos

  • São Paulo: 38
  • Rio Grande do Sul: 36
  • Paraná: 35
  • Santa Catarina: 24
  • Distrito Federal: 20
  • Minas Gerais: 14
  • Espírito Santo: 10
  • Goiás: 10
  • Amazonas: 10
  • Rio de Janeiro: 8
  • Mato Grosso do Sul: 6
  • Bahia: 3
  • Maranhão: 2
  • Mato Grosso: 2

Protocolo de reabertura

No protocolo de reabertura dos centros de compras, é prevista a volta parcial do funcionamento de lojas e serviços, exceto cinemas, entretenimento e atividades voltadas as crianças.

A Abrasce e a Albashop (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping), criaram uma série de recomendações para a reabertura dos estabelecimentos. Confira o que foi solicitado:

  • funcionamento em horário reduzido
  • observar a separação e distanciamento das mesas, tanto das praças de alimentação como dentro dos próprios restaurantes, reduzindo o número de cadeiras
  • Uso de máscaras por funcionários e lojistas
  • Home office para funcionários que estejam no grupo de risco
  • uso de termômetros manuais para aferir temperatura de funcionários e clientes e identificar sintomas de gripe
  • incentivar uso de máscaras pelos consumidores e frequentadores
  • evitar provas de peças de vestuário
  • reforçar a frequência da higienização das áreas comuns e das superfícies de grande contato, como painel de elevadores, corrimãos e escadas rolante
  • controlar o acesso de clientes estabelecendo e isolar áreas do shopping para dimensionar fluxo de pessoas
  • reduzir as áreas de estacionamento para melhor coordenar o fluxo
  • expor informações claras sobre a quantidade máxima de clientes nas lojas conforme a metragem do estabelecimento
  • mapear a distância mínima entre clientes nas filas dos caixas por meio de adesivos no piso
  • instalação de placas de acetato nos caixas com abertura inferior para a cobrança em papel moeda e máquinas de cartões devidamente higienizadas.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Reabertura em SP: 38 shoppings voltaram a funcionar

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA