Shoppings VOLTAM a funcionar tomando medidas de precaução e corte de serviços

Durante a pandemia do novo coronavírus diversos setores sofreram um impacto significativo tanto na receita quanto na obrigatoriedade de seu fechamento. Entre eles, os shoppings. Mas, com os planos de retomada já estabelecidos, setor deve se adaptar a nova realidade.

Shoppings VOLTAM a funcionar tomando medidas de precaução e corte de serviços (Reprodução/Internet)
Shoppings VOLTAM a funcionar tomando medidas de precaução e corte de serviços (Imagem: Reprodução/Internet)

Ainda não há uma expectativa para abertura total de todos os shoppings, pois depende de cada regulamentação estadual. Porém, o planejamento já está sendo traçado pelas empresas que administram os centros de compra.

Questões especiais devem ser observadas, como a higiene dos centros de compra e também como será realizada as ações para garantir a segurança dos clientes nas idas aos estabelecimentos.

Um dos pontos é a utilização de ozônio para higienizar, redução no horário de atendimento, medidas para evitar aglomerações e veto aos cinemas e praças de alimentação. As ações, apesar de ainda estarem sendo planejadas, devem fazer parte da nova realidade.

Atualmente 70 shoppings no país já estão atendendo. A Abrasce (Associação Brasileira de Shopping Centers) definiu protocolo que deverá ser seguido pelas administradoras na hora da reabertura dos centros de compra.

Entre elas, não realizar eventos de reabertura, utilização obrigatória de máscaras para funcionários, lojistas e clientes, aferição de temperatura e isolamento de áreas do shopping. Deve-se também disponibilizar álcool em gel para os clientes.

A expectativa é de que a retomada seja gradual. Empresas já estão instalando sistemas de monitoramento de temperatura e identificação de aglomeração em determinados espaços do shopping onde deve ter a intervenção de um funcionário.

Uma das alternativas atuais encontradas pelas empresas é do drive-thru para complementar o delivery tradicional. Funciona da seguinte forma: o cliente faz o pedido na loja de preferência, e retira através de seu carro no estacionamento do shopping.

Em relação ao estacionamento, metade deverá ser considerada e disponibilizada para os clientes quando houver a reabertura para evitar que haja aglomerações de forma intensa nos centros de compra. Estes espaços podem, por sua vez, ser utilizados como drive.

Mesmo com a expectativa da volta ainda ser incerta, as medidas já estão sendo estudadas. Horário de funcionamento deve ser do meio-dia às 21h. Lojas de varejo não devem abrir de imediato, pois será necessário readequação dos espaços de loja para respeitar distanciamento.

Cinemas e praças devem ficar fechados. Para a Abrasce, a intenção não deve ser recuperar o tempo perdido logo, mas proporcionar ao cliente uma expectativa de venda mais pontual e recuperar o prejuízo durante o período fechado.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Shoppings VOLTAM a funcionar tomando medidas de precaução e corte de serviços

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA