ENEM 2020 foi adiado, e agora? Entenda como isso afeta a vida dos estudantes

Depois de muita pressão e cobrança por entidades estudantis e educacionais, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 foi adiado. Entretanto, a mudança não garante que as provas serão realizadas em melhores condições.

ENEM 2020 foi adiado, e agora? Entenda como isso afeta a vida dos estudantes
ENEM 2020 foi adiado, e agora? Entenda como isso afeta a vida dos estudantes. (Imagem: FDR)

Enquanto outros países cancelaram os exames equivalentes para avaliar a situação, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, fala em um adiamento de apenas 30 ou 60 dias das datas previstas inicialmente, 1 e 8 de novembro.

A definição virá depois que os participantes forem consultados por meio de enquete, segundo o ministro.

O problema será encontrar uma data adequada dentro do período proposto, considerando o histórico de vestibulares realizados aos domingos. Por exemplo, se o exame for aplicado em dois finais de semana seguidos, terá as seguintes opções:

  • 6 e 13 de dezembro
  • 13 e 20 de dezembro
  • 20 e 27 de dezembro
  • 27 de dezembro e 3 de janeiro

Considerando outros vestibulares amplamente procurados, nenhuma das datas estará completamente disponível. A segunda fase do vestibular da Universidade Estadual Paulista (Unesp) está marcada para 13 de dezembro e inviabiliza duas das opções.

As outras alternativas também são complicadas, pois 27 de dezembro é o domingo entre os feriados de Natal e Ano Novo e 3 de janeiro coincide com a segunda fase da Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest). Isso sem contar com outras instituições que ainda não anunciaram as datas dos processos seletivos.

Alternativas para o Enem 2020

Na semana passada, o jornal O Estado de S. Paulo revelou que técnicos do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão responsável pelo Enem, estudam adaptar o exame deste ano a um único dia. Neste caso, as datas disponíveis seriam:

  • 6 de dezembro
  • 13 de dezembro
  • 20 de dezembro
  • 27 de dezembro
  • 3 de janeiro

Diante dos embates, apenas duas opções seriam viáveis: 6 e 20 de dezembro. Com isso, a prova seria aplicada pouco mais de um mês depois das datas inicialmente previstas, o que não garantiria muita vantagem.

Para o presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), Iago Montalvão, um mês não é suficiente. A entidade defende que a mudança do Enem seja vinculada aos calendários escolares, que continuam indefinidos.

O Ministério da Educação (MEC) pretende abrir a consulta das novas datas para os participantes do Enem ainda este mês, conforme anunciou anteriormente.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

ENEM 2020 foi adiado, e agora? Entenda como isso afeta a vida dos estudantes

Amanda Castro
Amanda Castro é graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) e graduanda de Administração pela Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco (SEE). É responsável pela área de negócios, tráfego e otimização SEO do portal FDR. Além disso, atua como redatora do portal FDR e demais portais de notícias desde 2017, produzindo conteúdo sobre economia, finanças pessoais e programas sociais.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA