Datafolha divulga número expressivo de pedidos negados no auxílio emergencial

Nesta quinta-feira (28), a Datafolha divulgou que um a cada três brasileiros que solicitou o auxílio emergencial de R$600 não recebeu nenhuma parcela do benefício. 

Datafolha divulga número expressivo de pedidos negados no auxílio emergencial
Datafolha divulga número expressivo de pedidos negados no auxílio emergencial (Imagem: FDR)

Porém, em contra partida a esse resultado, 60% diz ter recebido ao menos uma parcela do auxílio pago pelo governo. 

Essa pesquisa foi feita nos dias 25 e 26 de maio com cerca de 2.069 entrevistados. Ela mostra que ao todo 43% dos brasileiros disseram que realizaram o pedido para receber o benefício. 

Já entre os mais pobres, que possuem renda familiar com até dois salários mínimos, essa parcela sobe para 60%.

Até quarta-feira (27), a Caixa Econômica já havia pago R$72,7 bilhões em auxílio para cerca de 57,3 milhões de beneficiários. 

Ao todo já foram realizados 103,3 pagamentos, uma vez que os beneficiários já começaram a receber a segunda parcela dos R$600.

Ainda de acordo com a Caixa, esse dados foram processados até às 11 horas de terça-feira (26) pela Dataprev.

Ao todo foram 101,2 milhões de cadastros, dos quais 59 milhões foram considerados elegíveis, outros 19,2 milhões são beneficiários do Bolsa Família, 10,5 milhões do Cadastro Único e 29,3 milhões de trabalhadores que se inscreveram por meio do site e do aplicativo do programa.

E os outros 5 milhões de cadastros foram feitos pelo aplicativo ou pelo site que estão em reanálise, e 5,1 milhões ainda estão esperando a primeira análise.

Além disso, a pesquisa constatou que a aprovação do governo de Jair Bolsonaro é maior entre aqueles que requisitaram e já receberam o Auxílio Emergencial. 

Na última semana, a Caixa começou a fazer o pagamento dos novos lotes do auxílio, tanto da primeira parcela para novos aprovados, quanto da segunda para beneficiários do Bolsa Família. 

Na terça-feira (26), a Caixa concluiu os pagamentos da segunda parcela para os beneficiários que receberam a primeira parcela até 30 de abril e que não fazem parte do programa Bolsa Família. Para os novos aprovados, que receberam o primeiro pagamento a partir de 1º de maio, a segunda parcela deve ser creditada em um mês, segundo o presidente da Caixa.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.