publicidade

A Caixa Econômica segue aprimorando o aplicativo Caixa Tem que é utilizado pelos beneficiários do auxílio emergencial com a implementação de novos recursos. Desta vez, a novidade é a inclusão de um QR Code que os usuários podem utilizar para realizar pagamentos diretamente pelo celular. A implementação acontece nos próximos dias.

Caixa lança nova forma de pagamento com aplicativo para o auxílio de R$600
Caixa lança nova forma de pagamento com aplicativo para o auxílio de R$600 (Imagem: Montagem FDR.com.br)
publicidade

A novidade foi divulgada por Pedro Guimarães, presidente da Caixa que disse que a novidade vai ampliar o uso do dinheiro que esta depositado ao permitir compras em farmácias, supermercados entre outros sem que seja necessário usar o cartão.

“Isso vai acelerar o uso do dinheiro depositado, reduzir a necessidade de ir nas agências e permitir que dezenas de milhões de brasileiros que nunca tiveram acesso a um cartão, a uma conta de banco, consigam uma cidadania melhor” disse Pedro.

O “QR Code” é uma espécie de código de barras usado para fazer pagamentos. Ao realizar a compra, o código é exibido na tela da maquininha do cartão. Ao aparecer, o comprador aproxima o celular com o aplicativo aberto e permite o débito na conta sem o uso do cartão.

Liberação do auxílio na Caixa

Cerca de 10 milhões de pessoas ainda aguardam a finalização da análise para receber o auxílio emergencial. O número está dividido na metade entre pessoas que estão na primeira análise e a outra metade aguardam a segunda análise após corrigirem dados inconclusivos.

Uma atualização nos números revelam que cerca de 55,9 pessoas receberam com a soma das duas parcelas pagas até o momento o montante de R$65,5 bilhões. Até a próxima semana, o auxílio deve contemplar 59 milhões de pessoas, segundo estimativa de Pedro Guimarães.

Mais uma vez ele ressaltou que não é necessário madrugar ou dormir nas filas em frente as agências da Caixa, pois grande parte dos pagamentos já está regularizado.

“Não há necessidade de chegar muito cedo, todos serão atendidos e nós já organizamos um calendário que equilibra a rapidez necessária do pagamento do auxílio com cuidado com a vida reduzindo o risco de contaminação para os clientes que vão sacar o auxílio  para os funcionários da Caixa”, finalizou Pedro.

COMENTÁRIOS

Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.

VEJA TAMBÉM