Mercado Pago promete medidas para antecipar auxílio emergencial

O auxílio emergencial, benefício liberado pelo governo federal durante a pandemia do novo coronavírus, deve ganhar mais um benefício para os clientes do Mercado Pago, fintech do Mercado Livre.

Mercado Pago promete pacote de medidas para antecipar auxílio emergencial (Reprodução/Internet)
Mercado Pago promete pacote de medidas para antecipar auxílio emergencial (Reprodução/Internet)

Nesta semana, a empresa veio à público detalhar que irá implementar um pacote de medidas que visa ajudar os beneficiários do auxílio a receberem o valor de forma mais rápida, utilizando a sua plataforma.

Vale lembrar que o governo anunciou que neste recebimento da segunda parcela, os saques e transferências serão realizados apenas a partir do dia 30 de maio, conforme mês de nascimento do titular.

No entanto, inicialmente o beneficiário poderá apenas fazer pagamentos de contas e utilizar o cartão virtual através do aplicativo Caixa Tem. Mas, segundo o Mercado Pago, ações podem ser implementadas.

Entre mudanças, o saque imediato do benefício para aqueles que usam o app. Possibilidade é válida graças ao uso de um Código QR que permitirá realizar o procedimento em todos os caixas eletrônicos Banco24Horas com tarifa reduzida no valor de R$ 4,90.

A facilidade é aplicada sem a necessidade do beneficiário ter em mãos um cartão físico. Ainda há outras ações, como a isenção do pagamento de tarifas para TED para contas de outras instituições por mês, e também transferência de dinheiro.

Segundo levantamento de empresa, no dia 20 deste mês foram contabilizados mais de 100 mil transferências do auxílio emergencial para o Mercado Pago. Para obter o benefício é necessário que haja a transferência do valor do aplicativo Caixa Tem para a conta na fintech.

Aos que preferirem guardar o dinheiro, Mercado Pago detalha que a rentabilidade é maior que a poupança comum. O uso do dinheiro pode ser feito também para pagamento de contas, transferências e compras online.

O auxílio emergencial é um benefício repassado pelo governo durante a pandemia. Tem direito aqueles que se enquadram nos critérios de recebimento definidos. Como, por exemplo: ser micro empreendedor individual, desempregado ou inscrito no Cadastro Único. O valor de repasse é de R$ 600 em três vezes, ainda há público que recebe o dobro do valor – mães solteiras.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Mercado Pago promete medidas para antecipar auxílio emergencial

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA