Dólar começa semana negociado com valor menor

Após um longo período de aumentos sucessivos, o dólar iniciou a semana com uma queda acentuada. Tendência observada na última sessão que se pautou pelo apetite maior por risco no exterior, e com os investidores ligados nas notícias políticas locais. Às 12:30 desta segunda-feira (25), o dólar caiu 2,16% e ficou cotado a R$5,4634. Até o momento, a mínima registrada foi de R$5,4532, um patamar que não acontecia desde o final do mês de abril. Já a Bovespa opera em alta de mais de 3%.

publicidade
Dólar começa semana negociado com valor menor
Dólar começa semana negociado com valor menor (Imagem FDR)

Na última sexta-feira (22), a moeda americana terminou fechando a R$5,5842 com uma pequena subida de 0,06%. Neste ano, o dólar tem alta de 39,26%. O avanço parcial do mês de maio é de 2,66%.

Hoje (25), o Banco Central realiza leilão swap tradicional de até 12 mil contratos que vencem entre setembro deste ano a até fevereiro de 2021. Acontecem também leilões de venda conjugadas com leilões de compra de no máximo U$$2 bilhões em linhas para rolagem do vencimento de 2 de junho.

publicidade

Cenário externo e no Brasil

De acordo com informações da agência Reuters, todo o mercado ainda discutia o vídeo divulgado da reunião ministerial do dia 22 de abril que teve sua divulgação autorizada pelo STF.

As imagens divulgadas, na visão dos analistas de mercado, não foram suficientes para apresentar novos elementos que pudessem acarretar em complicações políticas para Jair Bolsonaro.

“Não obstante, a crise política deve continuar, dessa vez com o foco nas acusações de Paulo Marinho sobre vazamentos da Operação Furna da Onça por um delegado da PF para Flávio Bolsonaro”, afirmou a Guide Investimentos.

Na sessão deste dia, o real era líder nos ganhos em meio aos principais rivais em uma data que o dólar apresentou uma performance mista pelo mundo e sem a referência de Wall Street, já que as operações estavam paralisadas por conta do feriado do Memorial Day.

No dia, os economistas do mercado financeiro baixaram pela 15ª vez consecutiva a estimativa para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2020.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

É estimado que a queda da economia no ano passe de 5,12% para 5,89%. Falando da estimativa para a taxa de câmbio no fim do ano, ela avançou de R$ 5,28 para R$ 5,40.

publicidade

Cotação do dólar

Variação do dólar em 2020 — Foto: Economia/G1
Foto: Economia/G1

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.