Neste ano, devido a pandemia do coronavírus, o pagamento do 13° do INSS para os aposentados e pensionistas foi antecipado e dividido em duas parcelas. Neste mês, a segunda parcela será paga aos beneficiários e o calendário vai até 5 de junho. O valor deste segundo pagamento é menor que o primeiro e você vai entender o motivo.

13° do INSS: segunda parcela será depositada com DESCONTO
13° do INSS: segunda parcela será depositada com DESCONTO (Imagem: FDR)
publicidade

Os valores da primeira parcela serão equivalentes a metade da renda mensal do segurado, e sem nenhum desconto. 

Já o valor da segunda parcela, é diferente para segurados com idade de até 64 anos e que contam com renda mensal superior a R$1.903,98. Nesta parcela, diferente da primeira, é feito o desconto do Imposto de Renda, que ocasiona o valor menor.

Para segurados maiores de 65 anos, o imposto é cobrado nos benefícios de valor superior a R$3,807,96, pois existe uma parcela extra de isenção.

O calendário para o pagamento foi organizado da mesma forma que o do recebimento da renda mensal, ou seja, utiliza o número final do benefício sem considerar o dígito verificador.

Calendário completo segunda parcela do 13° do INSS

Para quem ganha até um salário mínimo:

  • Final 1: 25/05
  • Final 2: 26/05
  • Final 3: 27/05
  • Final 4: 28/05
  • Final 5: 29/05
  • Final 6: 01/06
  • Final 7: 02/06
  • Final 8: 03/06
  • Final 9: 04/06
  • Final 0: 05/06

Para quem ganha mais de um salário mínimo:

  • Final 1 e 6: 01/06
  • Final 2 e 7: 02/06
  • Final 3 e 8: 03/06
  • Final 4 e 9: 04/06
  • Final 5 e 0: 05/06

Como consultar os valores

O INSS disponibiliza a consulta ao valor das parcelas do 13° alguns dias antes do pagamento, através do do site e aplicativo Meu INSS. Segurados que não possuem cadastro prévio, podem fazer no primeiro acesso.

O Meu INSS pode ser acessado através do computador e também pelo aplicativo para celular. Além de poder realizar a consulta referente ao 13° do INSS, o portal agiliza o tempo de quem precisa fazer agendamentos, solicitar benefícios, serviços entre muitos outros.

O segurado pode consultar e acompanhar todas as informações de sua vida profissional, como por exemplo, dados sobre contribuições previdenciárias, empregadores e períodos trabalhados.

Se cadastrando no Meu INSS

Para realizar o cadastro no site ou aplicativo Meu INSS, você vai precisar informar seu CPF, nome completo, data e local de nascimento e nome da mãe. Após isso será gerado um código de acesso provisório. Nesse momento você deve fazer login, com a senha provisória.

COMENTÁRIOS

Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.