Segunda parcela do auxílio emergencial começa a ser paga HOJE; confira o calendário!

PONTOS CHAVES

  • Novo calendário do auxílio emergencial foi divulgado na sexta-feira (15)
  • Caixa anuncia mudanças no pagamento para contas digitais
  • Benefício poderá ser prorrogado para o segundo semestre

Após período de suspensão, começa hoje o pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial. A partir desta segunda-feira (18), milhares de brasileiros poderão retirar os R$ 600 do coronavoucher. Em parceria com o Ministério da Economia, a Caixa Econômica Federal publicou o novo cronograma de liberação do benefício que se estenderá até o dia 29 de maio. Nesse mês, os contemplados precisarão ficar atentos, pois há modificações nas formas de retirada.  

Segunda parcela do auxílio emergencial começa a ser paga HOJE; confira o calendário! (Imagem: Reprodução - Google)
Segunda parcela do auxílio emergencial começa a ser paga HOJE; confira o calendário! (Imagem: Reprodução – Google)

Inicialmente, aqueles que forneceram contas bancárias de outras instituições que não fosse Caixa teriam os valores enviados para as mesmas.

No entanto, visando minimizar o número de pessoas nas agências, o governo modificou a forma de pagamento e esse grupo passará a ter seus auxílios transferidos também para uma poupança digital da Caixa.  

A quantia ficará retida por um tempo, de modo que os cadastrados realizem apenas pagamentos de contas de energia, internet, cartões de créditos e demais serviços online. A ideia é que os serviços de débito sejam priorizados para facilitar a circulação dos recursos.  

Para quem tiver o saque autorizado, nesse caso beneficiários do Bolsa Família e vinculados a Caixa, houve também alterações. O pagamento passará a ser feito de acordo com as datas de aniversário e número final do NIS. Todos os contemplados precisarão seguir o calendário e só poderão sacar as quantias nos dias estipulados.  

Calendário da segunda parcela do auxílio emergencial  

Calendário do depósito na conta digital 

As transferências digitais serão feitas de acordo com os aniversários dos correntistas 

  • 20/5: nascidos em janeiro e fevereiro 
  • 21/5: nascidos em março e abril 
  • 22/5: nascidos em maio e junho 
  • 23/5: nascidos em julho e agosto 
  • 25/5: nascidos em setembro e outubro 
  • 26/5: nascidos em novembro e dezembro 

Calendário do saque em dinheiro 

Recebimento ocorrerá seguindo as datas de nascimento dos cadastrados 

  • 30/5: nascidos em janeiro 
  • 1º/6: nascidos em fevereiro 
  • 2/6: nascidos em março 
  • 3/6: nascidos em abril 
  • 4/6: nascidos em maio 
  • 5/6: nascidos em junho 
  • 6/6: nascidos em julho 
  • 8/6: nascidos em agosto 
  • 9/6: nascidos em setembro 
  • 10/6: nascidos em outubro 
  • 12/6: nascidos em novembro 
  • 13/6: nascidos em dezembro 

Beneficiários do Bolsa Família 

Ordem de pagamento definida pelo número do NIS 

  • NIS 1: 18 de maio 
  • NIS 2: 19 de maio 
  • NIS 3: 20 de maio 
  • NIS 4: 21 de maio 
  • NIS 5: 22 de maio 
  • NIS 6: 25 de maio 
  • NIS 7: 26 de maio 
  • NIS 8: 27 de maio 
  • NIS 9: 28 de maio 
  • NIS 0: 29 de maio 

Fonte: Diário Oficial da União/Ministério da Cidadania 

Quem terá acesso a segunda parcela  

Nesse momento, receberão todos aqueles que estão com os dados pessoais registrados no Cadastro Único ou no aplicativo Auxílio Emergencial. A liberação ocorrerá exclusivamente para quem já teve acesso a primeira parcela, paga no mês de abril.  

Os novos cadastrados que não tiveram acesso a primeira quantia deverão esperar o calendário destinado a eles. De acordo com a Caixa Econômica e com o Ministério da Economia, o cronograma será divulgado em breve.

O governo está validando todos os dados enviados e após a publicação no Portal da Transparência, conforme a determinação do Ministério da Defesa, dará início aos pagamentos.  

Possibilidade de prorrogação  

É válido ressaltar que o benefício, até o momento, será concedido por três meses. Se seguir a estimativa oficial, deverá ser finalizado no mês de junho. No entanto, com os atrasos na aprovação do cadastro e a possibilidade de prorrogação mediante a crise do covid-19, poderá ser prolongado para o segundo semestre.  

O ministro da economia, Paulo Guedes e sua equipe estão avaliando a possibilidade de estender o pagamento para os menos favorecidos caso a pandemia não tenha seus efeitos reduzidos. O projeto ainda está sendo formulado em Brasília e só deverá ser divulgado a partir de julho.  

Cuidados ao receber o auxílio emergencial 

Aqueles que tiverem acesso a segunda parcela do auxílio emergencial precisam saber utiliza-la de forma consciente. Por se tratar de um período de crise, recomenda-se que o valor seja utilizado para a quitação de contas e demais despesas emergenciais, como alimentação e moradia.  

Além dos R$ 600, a população pode procurar auxílio também em isenção de alguns pagamentos como contas de energia, IPTU e água, que em algumas regiões estão com os prazos prorrogados. Nesse caso, as informações precisam ser confirmadas nos canais de atendimento da prefeitura onde reside.  

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.