Esta inscrito no Bolsa Família e não recebeu auxílio de R$600? Governo explica o motivo

Os beneficiários do Bolsa Família também podem receber o auxílio emergencial pago pelo governo por conta da pandemia causada pelo coronavírus. De acordo com o Ministério da Cidadania, em abril, quase 4 milhões de beneficiários ainda não tinham recebido o auxílio emergencial de R$600, no caso das mães chefes de família o valor dobra para R$1.200.

Esta inscrito no Bolsa Família e não recebeu auxílio de R$600? Governo explica o motivo
Esta inscrito no Bolsa Família e não recebeu auxílio de R$600? Governo explica o motivo (Foto: FDR)

Esse número representa 17% de todas as pessoas que são atendidas pelo programa Bolsa Família, que somam 23,2 milhões de beneficiários.

Os dados foram divulgados a pedido do Ministério Público Federal (MPF), e mostram números bem maiores do que os informados pelo presidente da Caixa, Pedro Guimarães. 

No dia 2 deste mês, Guimarães informou que cerca de 700 mil beneficiários do Bolsa Família já tinham ficado de fora do pagamento do auxílio emergencial.

Dessas 4 milhões de pessoas que não podem receber o auxílio, cerca de 1,84 milhão, ou seja, 46%, foram consideradas pelo sistema como inelegíveis. 

Isso aconteceu porque, por exemplo, na família há dois integrantes que já receberam esse auxílio emergencial do governo. De acordo com as regras, apenas duas pessoas por família podem receber o benefício.

Além desse critério, cerca de 1/3 dos beneficiários do programa não tem direito de receber o auxílio emergencial, pois possuem carteira assinada.

Os beneficiários do Bolsa Família que se encaixam nas regras para receber o auxílio, não podem acumular os dois benefícios. Será recebido o valor mais alto, neste caso o do auxílio emergencial.

A análise dos dados é feita pelo Dataprev, já teve diversos problemas desde que se iniciaram os cadastros no mês de abril.

Por conta desses erros o MPF pediu para que o Ministério da Cidadania esclarecesse. Isso, pois até mesmo militares receberam o auxílio sem precisar dele.

Os dados do ministério apontam que 88,5 mil beneficiários do programa não receberam porque foram considerados agentes públicos. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.