Bolsa Família: TUDO o que você precisa saber sobre a 2ª parcela de R$600

PONTOS CHAVES

  • Os beneficiários do Bolsa família podem receber o auxílio emergencial de R$600
  • Os benefícios não podem ser acumulados, o beneficiário vai receber aquele que for mais vantajoso
  • É necessário dar prioridade para a movimentação do dinheiro por meio dos aplicativos da Caixa.

Os inscritos no Bolsa Família também serão beneficiados com o pagamento do auxílio emergencial. A primeira parcela já foi paga para este grupo no mês de abril, agora, os beneficiários esperam a próxima parcela. 

Bolsa Família: TUDO o que você precisa saber sobre a 2ª parcela de R$600
Bolsa Família: TUDO o que você precisa saber sobre a 2ª parcela de R$600 (Imagem: Montagem/FDR)

Vale lembrar que os benefícios não serão acumulados, o valor maior será o recebido pelo trabalhador. Segundo informações do Ministério da Cidadania, o salário mensal pago pelo Bolsa Família é de em média R$189, logo, o auxílio de R$600 é mais vantajoso. 

Nas regras de concessão do coronavoucher, aqueles que estão cadastrados no programa Bolsa Família têm o calendário de pagamento diferente.

Os pagamentos são liberados diariamente, conforme o algarismo final do Número de Identificação Social (NIS). As parcelas serão depositadas seguindo as mesmas regras do pagamento do benefício tradicional. 

A segunda parcela deve ser paga nos últimos dez dias úteis de maio, a partir do dia 18. E terceira parcela nos últimos dez dias úteis de junho.

Saque do Bolsa Família 

Para aqueles que querem sacar o valor do auxílio, a Caixa divulgou o calendário que é escalonado conforme o mês de aniversário. Isso foi realizado para evitar a aglomeração nas agências.

Em duas semanas, a Caixa liberou 24 milhões de pagamentos. Segundo o presidente do banco, Pedro Guimarães, foram realizados 50 milhões de downloads do aplicativo do auxílio emergencial, que se tornou o app mais baixado do país.

Confira o cronograma frisando os meses de maio e junho, quando estarão disponíveis, respectivamente, a segunda e terceira parcela dos R$600.

Imagem: Caixa Econômica Federal

A parcela do Bolsa Família pode ser recebida nos caixas eletrônicos, basta inserir o cartão e informar a senha.

Quem precisa fazer o cadastro?

Aqueles que estiverem registrado no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal) até 20 de março de 2020 e quem já recebe Bolsa Família, não precisam se inscrever. 

De acordo com o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, apenas os trabalhadores informais, desempregados, contribuintes individuais da Previdência e os MEIs precisam fazer a inscrição no app ou site do auxílio emergencial.

Como movimentar o auxílio

O governo orienta que os beneficiários façam a movimentação do auxílio por meio do aplicativo de seus bancos, para quem é beneficiário do Bolsa Família o gerenciamento pode ser feito em um aplicativo da Caixa.

Quem precisou criar uma conta poupança digital, deve instalar o app Caixa Tem. No aplicativo da Caixa, para movimentar o dinheiro é necessário que:

  • Baixe o aplicativo por meio da Google Play ou pela App Store;
  • Após o download, abra o aplicativo e clique na opção “SOU BENEFICIÁRIO”;
  • Digite o número do seu CPF para continuar;
  • Depois, o usuário deve digitar um código de segurança que será enviado através de mensagens (SMS) do seu celular, após a utilização do aplicativo para solicitação do auxílio emergencial. A mensagem dirá o seguinte “Auxílio: Seu código é XXXXXX, válido até XX/0X/20. Não Compartilhe.” Caso você não tenha mais o código será possível gerar um novo;
  • Depois de digitar o código uma tela com a mensagem: “Estamos quase prontos”. Aperte na opção “CONTINUA”;
  • O aplicativo vai solicitar o Login Caixa. Para aqueles que já se cadastraram em outros aplicativos como o do FGTS ou Habilitação Caixa será possível usar a mesma senha;
  • Se você nunca fez esse cadastro será preciso preencher algumas informações para continuar. Primeiro será o número do seu CPF, o nome completo, a data de nascimento e o endereço de e-mail. Por último, cadastre uma senha. A senha não poderá ter mais de 2 números em sequência (por exemplo 1 e 2 ou 8 e 9) nem poderá ser a data do seu nascimento. Aperte em não sou um robô;
  • No e-mail deverá ter um com o nome Login Caixa. Abra e clique no link para confirmar suas informações. Se não encontrar o e-mail na caixa de entrada é possível que ele esteja na sua pasta de SPAM;
  • O link irá redirecioná-lo para a tela de login. Digite o seu CPF e em seguida a sua senha;
  • Mais algumas informações serão requisitadas como o número do seu celular e o CEP de onde você mora;
  • O aplicativo irá direcioná-lo para a página principal. Aperte em “Auxílio Emergencial”;
  • Uma nova tela irá aparecer com a mensagem “Por aqui você pode consultar o seu Auxílio na sua conta Poupança Social Digital”. Clique na opção “Consultar o Auxílio na Poupança Social Digital”. Então a mensagem “Vinculação de Dispositivo ao CPF” irá surgir. Aguarde;
  • Para vincular o seu celular ao app Caixa tem será enviada a você uma mensagem de texto (SMS). Aperte em receber código. Em seguida, cheque suas mensagens e, se já recebeu o número, digite no aplicativo e clique em “Enviar”;
  • Para facilitar a identificação de qual aparelho está cadastrado no Login Caixa escolha um nome e digite no campo “Nome do Dispositivo”. Poderá ser a marca ou o modelo do seu celular, por exemplo;
  • Você estará de volta na tela inicial e poderá consultar o seu benefício clicando na primeira opção “Auxílio Emergencial”. O usuário poderá consultar seu saldo, extrato e realizar pagamentos e transferências quando receber o valor.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Bolsa Família: TUDO o que você precisa saber sobre a 2ª parcela de R$600

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA