Novas regras do Bolsa Família podem pagar até R$3,6 mil em três meses

Durante o período da pandemia, milhões de famílias brasileiras passaram a receber o Auxílio Emergencial, que tem como intuito diminuir o impacto para a população mais pobre. Para os beneficiários do Bolsa Família o valor se multiplicou, afinal, essas pessoas têm direito ao auxílio de R$ 600. Muitas pessoas recebiam cerca de R$ 78 por cada filho e atualmente estão recebendo até R$ 1200 por parcela.

Novas regras do Bolsa Família podem pagar até R$3,6 mil em três meses
Novas regras do Bolsa Família podem pagar até R$3,6 mil em três meses (Foto Google)

O Auxílio Emergencial tem a previsão de durar por três meses, e durante este período, os beneficiários do Bolsa vão recebe-lo.

Para entender melhor, veja como funciona:

  • O Auxílio Emergencial tem o valor de R$ 600 e pode chegar até R$ 1200 em casos de chefes de família. Em resumo, muitas mulheres que são mães solo poderão receber esse valor em cada parcela.
  • Os beneficiários do Bolsa Família recebem o auxílio automaticamente e ficam com este valor durante o período de três meses, estipulado pelo governo. De forma geral, o valor total pode chegar até R$ 3,6 mil.

Entre os meses de abril e maio, mais de 14 milhões de famílias foram beneficiadas pelo programa através do Auxílio Emergencial. Muitos usuários que recebiam até R$ 205, passaram a receber três ou seis vezes mais.

Veja os pré-requisitos para ter acesso ao Auxílio Emergencial:

  • Ter 18 anos ou mais;
  • Não ter emprego formal;
  • Não receber benefício assistencial ou do INSS, seguro-desemprego, ou fazer parte de qualquer outro programa de transferência de renda do governo (exceto o Bolsa Família);
  • Ter renda familiar de até R$ 522,50 por pessoa ou renda mensal familiar de até R$ 3.135,00;
  • Não ter recebido mais de R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis em 2018 – ou seja, ser isento da declaração do IR.

Além disso, é preciso estar enquadrado em uma das condições abaixo:

  • Ser Microempreendedor Individual (MEI);
  • Ser Contribuinte Individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social;
  • Ser Trabalhador Informal;
  • Não ser Agente público, inclusive temporário, nem exercer mandato eletivo.

Os beneficiários do Bolsa Família já estão aptos para receber o Auxílio Emergencial e não precisam efetuar o cadastro através do site da Caixa e nem do aplicativo.

 

 

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Novas regras do Bolsa Família podem pagar até R$3,6 mil em três meses

Amanda Castro
Amanda Castro é graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) e graduanda de Administração pela Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco (SEE). É responsável pela área de negócios, tráfego e otimização SEO do portal FDR. Além disso, atua como redatora do portal FDR e demais portais de notícias desde 2017, produzindo conteúdo sobre economia, finanças pessoais e programas sociais.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA