Prefeitura de São Paulo bloqueia pistas da cidade e cria novas regras de convivência

Nesta segunda-feira (4), a prefeitura de São Paulo começa a interditar algumas das principais vias da cidade como forma de restringir a circulação de veículos e ampliar a taxa de isolamento na capital, que está abaixo do desejado, para o combate do coronavírus.

Prefeitura de São Paulo bloqueia pistas da cidade e cria novas regras de convivência
Prefeitura de São Paulo bloqueia pistas da cidade e cria novas regras de convivência (Foto:Google)
publicidade

Inicialmente, o bloqueio envolverá quatro vias no horário de pico, ou seja, das 7 horas às 9 horas, no sentido centro. Porém uma das faixas permanecerá livre para a circulação, segundo informações da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

Veja o pontos bloqueados pela prefeitura de São Paulo:

  • Zona sul: Avenida Moreira Guimarães x Avenida Miruna 
  • Zona norte: Avenida Santos Dumont x Avenida do Estado 
  • Zona leste: Avenida Radial Leste x Rua Pinhalzinho
  • Zona oeste: Avenida Francisco Morato x Rua Sapetuba

O secretário de Mobilidade e Transportes, Edson Caram, disse que esse primeiro dia de bloqueio será educativo para a adaptação dos paulistas. Uma das faixas ficará aberta e os motoristas serão orientados a não seguir a viagem.

Porém, amanhã, terça-feira (5), os fiscais da prefeitura devem barrar efetivamente os carros.

Hoje, também serão realizadas blitzes educativas em outros dois endereços, ambos na zona oeste, entre 7h e 9h, no sentido centro: Av. Dr. Vital Brasil x R. Camargo; Av. João Paulo I, altura do n° 2.868.

Essa atitude está sendo tomada, pois o isolamento social no estado, caiu no último sábado (2) para 53% depois de atingir 56% na sexta-feira (1), segundo o governo do estado.

“O ideal para combater a propagação do coronavírus, de acordo com as autoridades de saúde, é de 60% a 70%”, afirma a CET.

“Caso a adesão da população ao isolamento não aumente a partir de segunda-feira, os bloqueios em vias da cidade poderão ser planejados e realizados durante todo o dia, como tentativa de aumentar a restrição e desestimular as pessoas a saírem de casa” finaliza. 

Além disso, passaram a ser obrigatório o uso de máscara por passageiros no transporte público na cidade. A medida foi anunciada pelo governador João Doria (PSDB), na última quarta-feira (29).

A medida valerá no metrô, CPTM, ônibus intermunicipais da EMTU das regiões metropolitanas e dos ônibus rodoviários fiscalizados pela Artesp.

“Tenho certeza que essa medida será seguida também por decretos municipais dos demais prefeitos do estado de São Paulo para tornar obrigatório o uso de máscaras no transporte coletivo. A obrigatoriedade é válida também para táxis e aplicativos, e a especificação será feita pelas prefeituras municipais”, disse Doria.

Jheniffer FreitasJheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.