CNH gratuita e desburocratizada: Senadora faz proposta polemica sobre o assunto

Katia Abreu senadora do PDT-TO, discursou nesta terça-feira (11), no tribunal do Senado, sobre o fim da obrigatoriedade da autoescola e sobre a expansão da CNH gratuita para brasileiros acima de 18 anos. Kátia é autora do projeto (PL 6485) que trata sobre o assunto que está tramitando na Comissão de Constituição e Justiça da Casa.

CNH gratuita e desburocratizada: Senadora faz proposta polemica sobre o assunto
CNH gratuita e desburocratizada: Senadora faz proposta polemica sobre o assunto (Imagem: Reprodução Google)

Para ela, o projeto vai trazer para milhões de brasileiros acesso a habilitação, já que atualmente ter o documento não é acessível para uma quantidade considerável de pessoas.

Tirar a habilitação pode chegar a custar em média 3 mil reais em alguns estados. Kátia falou também sobre o número de pessoas acima de 18 anos que não possuem carteira. São em média 84 milhões de brasileiros, enquanto o número de habilitados não chega a 74 milhões.

Leia Mais: CNH gratuita é divulgada mas tem verdade revelada; entenda

Katia questiona: “E eu pergunto: essas pessoas não têm a CNH simplesmente porque não querem ou é por não terem condições de pagar? Hoje 52 milhões de brasileiros recebem menos de um salário mínimo. Como pagarão pela carteira? Sendo que 70% do valor vão para as autoescolas e 30% para os Detrans estaduais”.

A proposta, porém, propõe tornar mais rigorosa a obtenção da CNH gratuita tendo o futuro motorista duas opções para conseguir o documento.

A pessoa poderá optar pela forma tradicional através da autoescola, ou com instrutor independente que faz parte da criação do projeto. Para ser instrutor independente o interessado deve ter três anos de habilitação, ter 25 anos ou mais. O veículo a ser utilizado será devidamente identificado.

Leia MaisNota Legal no DF poderá ser usada para abater dívidas com IPVA e IPTU

A ideia da senadora é que não haja a intermediação das auto escolas para o primeiro da primeira habilitação. E que pais, avós, tios e pessoas cadastradas possam ensinar seus parentes a dirigir e automaticamente ter a CNH gratuita.

Katia justifica que a habilitação hoje, é muito mais do que um documento que indica os autorizados a conduzir veículos. Mas que aumenta as chances de ter um emprego como motorista autônomo ou contratado.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA