Calculadora do FGTS

 

Buscando informações sobre calculadora do FGTS? Veio ao lugar certo! Criado em 13 de setembro de 1966, o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, o FGTS, veio para proteger o trabalhador demitido sem justa causa. Com ele, após a dispensa do serviço, o colaborador tem direito a receber uma quantia.

Essa quantia varia de pessoa para pessoa, pois valores de salários mudam e dias/anos trabalhos também.

Para você saber se tem direito ao FGTS (em caso de rescisão), caso sua jornada de trabalho tenha chegado ao fim ou ao saque aniversário, cedido ao colaborador que aderiu a essa modalidade de saque, continue lendo e tire todas suas dúvidas.

Ao final, você estará apto para calcular quanto você deve receber na nossa calculadora do FGTS.

calculadora do FGTS
Calculadora do FGTS (Imagem: Montagem FDR)

Quando o funcionário pode sacar o FGTS?

A lei prevê que o colaborador pode sacar seu FGTS de forma integral, ou seja, em sua totalidade, nessas situações:

  • Falecimento do empregado (familiares ou sucessores terão o direito de recebimento)
  • Aposentadoria
  • Aquisição da casa própria previsto pela lei
  • Suspensão do trabalho igual ou superior a 90 dias.
  • Idade igual ou superior a 70 anos
  • Desastres naturais
  • Se adquiriu deficiência

Como posso sacar meu FGTS?

Os saques podem ser feitos nas agências da Caixa Econômica Federal em situações específicas, como as citadas anteriormente.

Caso o motivo do saque seja a demissão SEM justa causa, o colaborador precisa levar sua carteira de trabalho, número do PIS, documento com foto e sua rescisão devidamente assinada.

Outra opção, e que é a mais recomendada pela Caixa Econômica porque poupa o tempo do cidadão e traz mais facilidade é usar o App FGTS para fazer o saque. Neste caso é preciso seguir o passo a passo a seguir:

  • Baixe o App FGTS e faça login com CPF e senha (ou crie seu login);
  • Selecione a opção de saque deseja: rescisão, aniversário, extraordinário, e outros. Clique sobre ícone desejado;
  • Consulte quanto há de saldo disponível e selecione “Saque”;
  • Informe seus dados bancários ou confira os dados já disponíveis;
  • Confirme a transição.

O valor deve cair na conta informada pelo titular do fundo de garantia, em no máximo 5 dias úteis. Esse é o tempo que o sistema vai levar para reconhecer que o cidadão tem direito ao recebimento.

Situações que liberam o uso do FGTS

Além das situações listadas acima que indicam quando o FGTS pode ser recebido integralmente. Outras opções permitem o recebimento do fundo de garantia, mas não em sua totalidade, podendo receber parcialmente o que foi acumulado na conta.

Confira quando é possível receber parte do FGTS, sem a necessidade de ter sido demitido sem justa causa:

  • Saque aniversário – libera de 5% a 50% do saldo do fundo de garantia uma vez ao ano;
  • Saque extraordinário – libera um valor limite uma vez ao ano, em situações excepcionais e decretadas pelo governo federal;
  • No financiamento imobiliário – quitando parcelas atrasadas do financiamento, ou dando entrada no valor total do imóvel;
  • Saque calamidade – liberado até R$ 6.220,00 para trabalhadores que residem em municípios que decretaram estado de calamidade pública por desastre natural.

Quem paga o meu FGTS?

O dever de pagar o FGTS é do empregador, nunca do empregado. Caso o patrão chegue a descontar esse valor do salário liquido do colaborador, isto é, o valor final que é depositado na conta, tal funcionário deve reclamar na justiça com as provas cabíveis.

Descontos do FGTS no salário do trabalhador

8% do seu salário. Se, por exemplo, você recebe R$1.212,00 de salário, R$96,96 deve ser depositado em seu FGTS e você deve receber os R$1.000,00 normalmente.

Se por acaso você receber mais que esse valor, use a calculadora online e gratuita do FGTS no FDR.

Qual a base de cálculo para o FGTS

Para que a empresa saiba quanto é preciso depositar todos os meses na conta do fundo de garantia de cada funcionário deve ser levado em conta a base de cálculo para o FGTS, que é:

  • Trabalhador cujo contrato é regido pela CLT: 8% do valor do salário;
  • Menores aprendizes: 2% do valor do salário.

Como consultar o extrato do FGTS

Quem gostaria de conhecer qual o valor do seu fundo de garantia para calcular saldo do FGTS e descobrir se existem valores disponíveis, deve consultar o extrato do FGTS. Esta também é uma maneira do trabalhador acompanhar os depósitos mensais que são realizados na sua conta e conferir se o empregador está cumprindo com a sua obrigação.

A novidade da Caixa Econômica é que a consulta ao saldo fica disponível online, basta que o cidadão acesse:

  • Baixe o App FGTS e faça login;
  • Clique na opção “Meu FGTS”;
  • O aplicativo vai mostrar as contas ativas e inativas vinculadas ao CPF do trabalhador, selecione “Ver extrato” da conta desejada;
  • Serão informados quais foram os depósitos feitos naquela conta a cada mês;
  • Em “Gerar PDF” o extrato será transformado em um arquivo que pode ser compartilhado. Em “Dados do contrato” haverão informações sobre o contrato de trabalho.

Quem quiser ser avisado sobre um novo depósito que cair na sua conta, poderá ativar as notificações por meio do aplicativo. Basta clicar em “Mais” no menu, depois “SMS” e informar o número do telefone que deseja receber a mensagem avisando sobre o dia e valor de depósito.

FGTS em atraso

Caso os depósitos mensais não estejam sendo realizados da maneira correta, vai acabar atrapalhando o cálculo do FGTS. Por isso, caso tenha consultado o seu extrato do fundo de garantia e perceba que existe FGTS em atraso, o primeiro passo é procurar o setor de Recursos Humanos (RH) da empresa em que atua.

Previsto por lei, as empresas que não efetuarem o depósito corretamente terão que arcar com juros de 0,5% por mês de atraso, além do pagamento de multa. Para regularização a empresa vai precisar acessar o Sistema Empresa de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social – SEFIP.

Em seguida, deverá emitir a Guia de Recolhimento do FGTS referente aos meses em que deixou de contribuir para o fundo de garantia do trabalhador, ou dos trabalhadores. Este será o sistema utilizado para deixar a empresa quite com os débitos, e evitar penalidades futuras.

FGTS, 13º salário e adicional de férias

O empregador deverá recolher 8% ou 2% de FGTS sobre o 1/3 (um terço) de férias ou sobre as duas parcelas do 13º salário.

O que é saque aniversário do FGTS?

É uma nova opção oferecida ao colaborador, em alternativa além do saque por rescisão do contrato de trabalho, que permitirá a retirada de parte do saldo da conta do FGTS anualmente, no mês do seu aniversário.

Quem tem direito ao saque aniversário?

Como o saque não é obrigatório, o colaborador que tenha FGTS tem que solicitá-lo. A solicitação deve ser feita no ultimo dia útil do mês do aniversário do solicitante.

Como aderir ao saque aniversário do FGTS?

Se você ainda não aderiu, ainda há chances! Aplicativo FGTS ou o site da Caixa Econômica e clique no “Meu FGTS” e procure pela opção “Saque-aniversário”. Após isso, basta aderir e aceitar aos termos e disponibilizar uma conta na qual o dinheiro ira cair.

Qual o valor do saque aniversário FGTS?

Limite das faixas de saldo (em R$) Alíquota Parcela Adicional (em R$)
Até 500,00 50,0%
De 500,01 até 1.000,00 40,0% 50,00
De 1.000,01 até 5.000,00 30,0% 150,00
De 5.000,01 até 10.000,00 20,0% 650,00
De 10000,01 até 15.000,00 15,0% 1150,00
De 15.000,01 até 20.000,00 10,0% 1.900,00
Acima de 20.000,01 5,0% 2.900,00

Ou seja, para calcular o FGTS aniversário é preciso aplicar a alíquota vigente ao saldo total, mais a parcela bônus. Exemplo: se você possui R$10.000,00 em saldo no FGTS, você pode sacar 20% desse valor e receber uma parcela adicional de R$650,00.

Quem optar pelo saque aniversário do FGTS tem direito ao saque rescisão?

NÃO! infelizmente essa é a desvantagem do saque aniversário. Caso você opte por essa modalidade de saque, você não poderá retirar, de forma completa, o seu FGTS.

Em caso de demissão, por exemplo, você não poderá sacar todo o seu dinheiro retido em sua conta do FGTS. Logo, você só receberá 40% do valor de multa.

Para quem aderiu e quer voltar atrás, também há essa opção. Porém, a migração só ocorrerá após 2 anos da data de sua solicitação.

Como calcular minha rescisão pela calculadora do FGTS?

No início da página há nossa calculadora online e gratuita do FGTS, preencha todos os campos corretamente e logo você encontrará o valor correto a receber!

Como funciona a multa de 40% do FGTS

No caso de demissão sem justa causa, ao calcular saldo do FGTS do trabalhador a empresa vai liberar além do saque rescisão a multa de 40% do FGTS. Na prática, o empregador deve pagar ao seu funcionário recém dispensado o valor equivalente a 40% do que foi somado na conta do fundo durante o tempo de serviço.

Vale dizer que a alíquota é aplicada sobre o que a empresa depositou no fundo, e não considera, por exemplo, o saldo referente ao lucro do FGTS que é distribuído pelo governo federal todos os anos. Além disso o valor somente é liberado caso o trabalhador seja dispensado sem justa causa, e não é aplicado quando o mesmo pede demissão.

Como calcular a multa de 40%

Se você não sabe como calcular valor do FGTS aplicando a multa de 40% basta seguir o modelo abaixo:

  • Saldo da conta x 40% (0,4) = valor da multa.
  • Exemplo: R$ 5.600 x 40% = R$ 2.240 de multa.

A contar do último dia do contrato de trabalho, o depósito da multa deve acontecer em até o décimo dia seguinte. E embora o trabalhador tenha optado pelo saque-aniversário, ainda poderá receber a multa de 40%. 

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.1 / 5. Número de votos: 31

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!