Segunda parcela do 13º salário do INSS começa a cair para aposentados neste mês de maio

Mais de 33 milhões de brasileiros receberão a segunda parcela do 13º salário do INSS. Valor poderá ser menor que o recebido na primeira parcela paga entre abril e maio. Para alguns segurados o pagamento será antecipado neste mês. Entenda o porquê e veja se você terá direito ao saque.

Segunda parcela do 13º salário do INSS começa a cair para aposentados neste mês de maio (Foto: Jeane de Oliveira/ FDR)

Entre maio e junho acontece o pagamento da segunda parcela do 13º salário do INSS. O valor será depositado pelo Instituto segundo o número final do cartão do benefício. Sendo que o pagamento continua sendo feito primeiro para quem recebe um salário mínimo, R$ 1.412.

O décimo tem sido depósito juntamente com o benefício do mês vigente, ou seja, em maio junto com o benefício do mês de maio.

Segunda parcela do 13º salário do INSS

  • A segunda parcela do 13º salário poderá ter um valor menor que a primeira, paga em abril.
  • Isso acontece porque a primeira parcela corresponde a 50% do valor total a que o segurado tem direito. Enquanto a segunda corresponde ao restante do valor, menos os descontos, como Imposto de Renda, se for o caso. 
  • Ao todo, 33.711.847 segurados do INSS recebem o décimo.
  • Apenas quem recebe o Benefício de Prestação Continuada, o BPC, não têm direito ao 13º salário.
  • O pagamento também é feito aos segurando que recebem benefícios temporários, como o auxílio-doença e o salário maternidade.
  • No caso do salário maternidade o depósito é feito na última parcela do benefício.

Antecipação dos pagamentos do INSS

  • No início desse mês de maio o governo anunciou a antecipação dos pagamentos do INSS.
  • A ação é voltada aos segurados gaúchos atingidos pelas fortes chuvas e enchentes.
  • Com isso os benefícios que seriam pagos apenas em junho poderão ser antecipados para este mês de maio.
  • O segurado que desejar receber antes deve procurar o banco responsável pelo pagamento e solicitar a antecipação.
  • Não terão direito ao adiantamento aqueles segurados que recebem benefícios temporários, como auxílio-doença, salário-maternidade e auxílio-reclusão.

Segundo a especialista do FDR, Lila Cunha, os idosos poderão aumentar o valor recebido do INSS, veja como.

 

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Jamille NovaesJamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.