Idosos podem triplicar seu salário do INSS e aumentar renda em maio: descubra como!

Os idosos que são aposentados ou pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) sentirão mudanças em seus pagamentos este mês. É que a quantia pode chegar a três vezes o seu valor original, dependendo de onde o cidadão mora, e do quanto recebe de salário todo mês.

inss
Idosos podem triplicar seu salário do INSS e aumentar renda em maio: descubra como!
(Foto: FDR)

O calendário de pagamentos do INSS para maio está se aproximando, a partir do dia 24 pelo menos 39 milhões de pessoas receberão algum benefício previdenciário em sua conta. Deste número, 5 milhões têm acesso ao benefício social pago pelo Instituto, o BPC (Benefício de Prestação Continuada).

O valor mínimo recebido é de R$ 1.412, e o máximo pode chegar a R$ 7.786,02. A quantia é paga sempre entre a última semana do mês de referência e termina apenas na primeira, ou segunda semana do mês seguinte. Sendo que um grupo é contemplado por dia útil. 

Para organização dos dias de depósito o INSS usa como referência o último número do benefício antes do hífen. Por exemplo, a aposentadoria é identificada por: 12345678-9, vale como referência o 8. 

Os depósitos do calendário começam pelo número 1 e terminam no número 0. Para quem ganha acima de 1 salário mínimo as transferências são feitas para dois grupos por dia, começando pelo 1 e 6 e terminando com o 5 e 0. 

Como triplicar o valor do salário do INSS em maio?

Há como aumentar o valor recebido de salário do INSS em maio, chegando a triplicar o que receberia tradicionalmente. Para isso, são três tipos de rendimentos que precisarão ser somados.

Valor do benefício comum

  • Mínimo de R$ 1.412,00;
  • Máximo de R$ 7.786,02;
  • No caso do BPC o valor é fixo em 1 salário mínimo. 

+ Valor da segunda parcela do 13º salário 

  • Os aposentados, pensionistas e aqueles que receberão benefício temporário no último ano terão acesso a outra parte do seu 13º pagamento;
  • O valor pode ser igual a 50% do salário do segurado;
  • Mas, quem é contribuinte do Imposto de Renda terá o desconto nesta parcela diminuindo o valor final. 

+ Antecipação do salário de junho

  • Moradores das cidades em que foi decretada situação de calamidade pública no Rio Grande do Sul podem antecipar o salário de junho;
  • Neste caso, eles receberão em maio a quantia que seria paga em junho;
  • É preciso pedir para o banco em que seu benefício é pago para que a antecipação seja autorizada. Ou seja, o adiantamento não acontece de forma automática. 

Eu listei quem não tem direito a antecipação, confira nesta matéria.

Como consultar o valor do salário do INSS em maio?

Os interessados podem consultar qual será o valor do salário do INSS para maio. A recomendação é que façam isso cerca de dois dias antes do início do cronograma, quando os sistemas já estarão atualizados. 

  • Acesse o App Meu INSS e faça login;
  • Agora, procure no menu por “Extratos”;
  • Em seguida selecione “Extrato de pagamentos”;
  • Filtre a busca pelo mês e ano desejado;
  • O sistema vai listar todos os valores que estão previstos para que sejam depositados. 

Também são informados os débitos já previstos.

Calendário de pagamentos do INSS em maio

Em maio o calendário de pagamentos do INSS começa no dia 24 e termina apenas em 7 de junho. Moradores de cidades em situação de calamidade no Rio Grande do Sul receberão no dia 24 independente do final do seu benefício. 

Para quem ganha até 1 salário mínimo
Número final do benefício Data de liberação
1 24 de maio
2 27de maio
3 28 de maio
4 29 de maio
5 31 de maio
6 03 de junho
7 04 de junho
8 05 de junho
9 06 de junho
0 07 de junho
Para quem ganha acima de 1 salário mínimo
Número final do benefício Data de liberação
1 e 6 03 de junho
2 e 7 04 de junho
3 e 8 05 de junho
4 e 9 06 de junho
5 e 0 07 de junho

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: lilacunha.fdr@gmail.com