Governo prevê correção no teto de faturamento do MEI em R$ 130 mil; entenda

Ainda em 2024, o teto de faturamento anual do MEI pode subir para até R$ 130 mil, caso o PLP 108/21 seja aprovado. Isso representaria um aumento significativo em relação ao limite atual de R$ 81 mil. 

Governo prevê correção no teto de faturamento do MEI em R$ 130 mil; entenda. Imagem: FDR

O Microempreendedor Individual, como modelo de negócio, enfrenta diversos desafios e conquistas ao longo de sua trajetória no Brasil. Preparar-se para o novo cenário de ajuste no teto de faturamento do MEI é fundamental, especialmente para este público. 

Essa mudança oferece oportunidades de crescimento e flexibilidade nos negócios. No entanto, entender os impactos e ajustar estratégias empresariais são passos essenciais para aproveitar ao máximo essa expansão na operação do MEI.

O faturamento do MEI é um aspecto crucial a ser monitorado para evitar complicações. Ultrapassar o limite estabelecido pode levar ao desenquadramento, implicando em novas obrigações tributárias. 

Isso não apenas aumenta a carga fiscal, mas também exige adaptações às normas fiscais vigentes. Portanto, é essencial manter-se dentro do limite para evitar transtornos e garantir a continuidade do enquadramento como MEI.

Abaixo você confere em primeira mão, outra novidade muito importante em relação ao Microempreendedor Individual e também aprende a se preparar para o novo cenário financeiro. Já neste link, eu te ensino passo a passo, a se inscrever neste regime. Confira!

Faturamento do MEI não é a única novidade para 2024

 As propostas do PLP 108/21 vão além do aumento do teto de faturamento para MEIs. Uma das mudanças significativas é a permissão para contratar até dois funcionários, indo além do atual limite de um colaborador. 

Essa medida visa impulsionar o crescimento dos negócios e aumentar a capacidade produtiva. Potencialmente, isso pode contribuir para a geração de empregos e fortalecer a economia local.

Os limites de faturamento propostos pela legislação em análise não se restringem apenas aos MEIs, mas também contemplam outras categorias empresariais, como Microempresas (ME) e Empresas de Pequeno Porte. 

Esses limites podem ser ajustados para R$ 868,4 mil e R$ 8,6 milhões, respectivamente. A intenção é simplificar o ambiente de negócios e reduzir as preocupações com as barreiras fiscais enfrentadas pelos empreendedores.

Preparação para o novo limite anual de faturamento do MEI 

Laura AlvarengaLaura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.
Sair da versão mobile