FGTS Digital vira alvo de greve afetando os trabalhadores

Lançado no dia 1º de março, a plataforma FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) Digital, já está ameaçada. Tudo porque, as equipes que são responsáveis pela administração de sistema deste ambiente, e do eSocial, aderiram a greve. Automaticamente, houve paralisação no uso do FGTS Digital por tempo indeterminado. 

fgts digital
FGTS Digital vira alvo de greve afetando os trabalhadores (Imagem: FDR)

A paralisação do FGTS Digital é um sinal da greve dos auditores fiscais do Trabalho. De acordo com os servidores desta categoria, o motivo da greve é a resposta para a não regulamentação das condições de trabalho no Ministério do Trabalho e Emprego. 

O que os auditores querem com a greve?

Segundo o Sinait (Sindicato Nacional dos auditores-fiscais do Trabalho) que representa a categoria, os profissionais pedem as mesmas condições de trabalho que foram dadas aos auditores da Receita Federal. Estes, por sua vezes, ficaram 80 dias de greve até que conseguissem mudanças desejadas. 

O sindicato reclama que a estrutura do Ministério é precária, e que faltam equipamentos para os profissionais. Por isso, pedem:

  • Melhora no ambiente de serviço;
  • Mais valorização para a classe;
  • Liberação de bônus por eficiência. 

Hoje, existem 1.900 profissionais na área, os auditores ganham R$ 25 mil por mês. 

FGTS Digital e serviços do eSocial afetados 

A paralisação vai prejudicar pessoalmente os trabalhadores. Já que todos os procedimentos online em relação ao FGTS Digital, eSocial e Carteira de Trabalho Digital, serão afetados. 

Para entender melhor como funciona o FGTS Digital, recém lançado, clique nesta matéria escrita por mim. Segundo o próprio Sinait, os serviços afetados com a paralisão incluem:

  • declaração de informações trabalhistas, como dados na CTPS Digital, pagamento de seguro desemprego e abono salarial para milhões de trabalhadores,;
  • recolhimento do FGTS;
  • fiscalização do trabalho escravo;
  • liberação de empréstimo consignado;
  • inclusão de motoristas de aplicativo como autônomos;
  • parcelamento de dívidas com o FGTS. 

existe um projeto de regulamentação dos auditores, mas o texto ainda não foi assinado e aprovado. 

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: [email protected]