Imposto de Renda 2024: saiba como aumentar o valor da sua restituição

Antecipando-se ao prazo oficial de 15 de março a 31 de maio para a declaração do Imposto de Renda 2024, os contribuintes têm a chance de maximizar a restituição e otimizar as deduções fiscais. 

Imposto de Renda 2024: saiba como aumentar o valor da sua restituição. Imagem: (FDR)

 

A restituição do Imposto de Renda 2024 nada mais é do que a devolução do valor pago em excesso na declaração do tributo. Qualquer dúvida acerca do direito à devolução, saldo zerado ou necessidade de pagar o IRPF, deve ser esclarecida através do próprio programa de preenchimento e envio das declarações. 

É importante ressaltar que o pagamento dos valores são distribuídos em lotes. No entanto, a data de recebimento está condicionada à categorização do contribuinte no grupo prioritário ou da data em que ele enviou a declaração. 

Desta forma, a restituição do tributo é corrigida com base na taxa básica de juros, a Selic. Abaixo, o FDR selecionou algumas dicas para você saber como aumentar o valor da sua restituição do Imposto de Renda 2024. Confira!

Aumente sua restituição do Imposto de Renda 2024

  • Separe documentos essenciais, como informes de rendimento, comprovantes de despesas e documentos dos dependentes, é fundamental para evitar perdas financeiras;

  • Opte pelo modelo de declaração mais vantajoso para o perfil do contribuinte é crucial. O modelo simplificado, com um desconto padrão de 20% da renda tributada, é ideal para declarações mais simples, enquanto o modelo completo é mais vantajoso para quem possui diversas despesas dedutíveis;

  • Casais com rendimentos tributáveis podem considerar a opção de declarações separadas para maximizar os benefícios fiscais;

  • Não esqueça de deduzir despesas de saúde, educação, pensão alimentícia e contribuições ao Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL). Incluir despesas de dependentes também pode aumentar a restituição;

  • Explore a possibilidade de dedução por meio de doações, permitindo a conversão de até 6% do imposto devido em contribuições a entidades beneficentes.

Calendário de declaração do Imposto de Renda 2024

  • Início de envio da declaração: 15 de março;

  • Prazo máximo para entregar declaração: 31 de maio.

Tabela da declaração do Imposto de Renda 2024

Base de cálculo (R$)

Alíquota (%)

Parcela a deduzir do IR (R$)

Até R$ 2.112

zero

zero

De R$ 2.112,01 até R$ 2.826,65

7,5

R$ 158,40

De R$ 2.826,66 até R$ 3.751,05

15

R$370,40

De R$ 3.751,06 até R$ 4.664,68 

22,5

R$ 651,73

Acima de R$ 4.664,68

27,5

R$ 884,96

Alíquota mensal progressiva até abril de 2024

Base de cálculo (R$)

Alíquota (%)

Parcela a deduzir do IR (R$)

Até R$ 1.903,98

zero

zero

De R$ 1.903,01 até R$ 2.836,65

7,5

R$ 142,89

De R$ 2.826,66 até R$ 3.751,05

15

R$ 354,80

R$ 3.751,06 até R$ 4.664,68

22,5

R$ 636,13

Acima de R$ 4.664,68

27,5

R$ 869,36

Quais são os documentos exigidos na declaração do Imposto de Renda 2024?

  • Informes de rendimentos;

  • Recibos de despesas médicas e com educação;

  • CPFs dos dependentes;

  • Informes de aplicações financeiras;

  • Recibos de aluguéis pagos ou recebidos;

  • Comprovantes de aquisições (documentos que comprovem a compra de imóveis ou veículos);

  • Comprovantes de dívidas contraídas (documentos que comprovem a contração de dívidas superiores a R$ 5 mil)

  • Documentos que registrem a posição acionária em uma empresa, se a pessoa tiver.

Defasagem do Imposto de Renda 2024

Em 2023, uma significativa mudança na tabela do Imposto de Renda entrou em vigor, marcando a primeira atualização integral desde 1996. Com um reajuste que elevou a faixa de isenção para R$ 2.112, essa atualização busca corrigir a defasagem acumulada de 155%, considerando o IPCA até maio de 2023, conforme dados da Unafisco Nacional.

Anteriormente, durante o governo de Dilma Rousseff, uma atualização parcial fixou a faixa de isenção em R$ 1.903,98, vigente até 2023. A nova tabela progressiva já está em vigor desde maio de 2023, mas seus efeitos serão percebidos pelas pessoas físicas na declaração de 2024, referente ao ano-base 2023.

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.