GRATUIDADE no transporte público para idosos tem importante mudança

Muitos idosos que utilizam o transporte público foram pegos de surpresa com a mudança aplicada ao sistema. Isto porque a maioria dos consumidores do serviço não estavam acompanhando as notícias envolvendo o assunto. Então, confira abaixo o que foi alterado.

Benefício EXTRA de R$540 é AUTORIZADO para lista de pessoas e regras são divulgadas
GRATUIDADE no transporte público para idosos tem importante mudança (Imagem: FDR)

Agora, a gratuidade do transporte público para os idosos foi alterada. Antes, a idade mínima para que não fosse necessário o pagamento era de 60 anos. Agora, é preciso que o idoso tenha ao menos 64 anos.

Desta forma, milhões de brasileiros que consumem o transporte público terão que investir o seu dinheiro nas passagens. O impacto financeiro será amplo, tendo em vista que muitos cidadãos nesta faixa etária utilizam o serviço diariamente.

Porém, uma mudança no pagamento destas pessoas devem reduzir o impacto negativo que trará ao bolso do trabalhador. Confira abaixo o que foi feito para que o poder de compra dos idosos seja ampliado.

Aumento do salário mínimo reduz impacto nos idosos que utilizam o transporte público

Para os idosos que ainda estão exercendo a sua profissão, o aumento do salário mínimo para R$ 1.412 vai reduzir o impacto causado pela cobrança de passagens nos transportes públicos do país.

Já para os idosos que estão aposentados via INSS, o valor do benefício também foi ampliado, tendo em vista que o mesmo utiliza o piso salarial nacional como referência de cálculo.

Desta forma, o aumento do salário mínimo vai ajudar os idosos do país em sua organização financeira. Vale destacar que o aumento também é extendido para os pensionistas do órgão federal.

Ou seja, além dos aposentados, os cidadãos que são contemplados pelo Benefício de Prestação Continuada (BPC), auxílio acidente, salário maternidade e o Benefício por incapacidade temporária também serão impactados.

Para mais informações sobre o INSS, clique aqui e saiba mais.

Flávio Costa
Estudante de jornalismo, já atuou na área de assessoria política ao compor o time de comunicação da atual governadora do estado, durante sua campanha eleitoral. Anteriormente, cursou 2 anos no curso de relações internacionais, podendo ampliar sua visão no aspecto macro e micro do cenário nacional e internacional. Fluente em inglês, já atuou como professor de idiomas e também de matemática. Por fim, trabalhou ainda como analista de operações pelo grupo Amazon. Atualmente, dedica-se a universidade e ao portal FDR. Suas redes sociais são @flavioarcosta e [email protected].