Saque calamidade do FGTS está disponível: Veja como sacar o valor e as regras do pagamento

Entre as opções de resgate do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), destaca-se a modalidade de saque em situações de calamidade. Apesar disso, nem todos os tipos de calamidade ou trabalhadores estão aptos a receber esse benefício. Veja abaixo as regras de saque e funcionamento desse benefício.

Existem diversas maneiras de acessar o FGTS, totalizando pelo menos 14 possibilidades. O valor acumulado ao longo do período de serviço na empresa atua como uma garantia em momentos difíceis. Esses valores são depositados na Caixa Econômica, e a solicitação de resgate deve ser efetuada junto ao banco.

Quem tem direito ao FGTS em casos de calamidade?

O FGTS em situações de calamidade é concedido a indivíduos que residem em locais onde foi decretada situação de calamidade pública. O município ou estado deve ter emitido um decreto solicitando auxílio governamental devido a eventos naturais.

Diante desse cenário, uma das ações do poder público é a liberação de uma parcela do Fundo de Garantia aos trabalhadores. Cada indivíduo pode receber até R$ 6.220, podendo zerar sua conta caso o montante disponível seja inferior a esse valor.

Para efetuar o resgate parcial do FGTS em situações de calamidade, é necessário atender a requisitos como:

  • Residir em um estado ou município que tenha decretado estado de calamidade pública por eventos como enchentes, inundações graduais, alagamentos, entre outros.
  • Não ter efetuado saque semelhante nos últimos 12 meses.

Como solicitar o saque calamidade do FGTS?

Os trabalhadores têm duas opções para requisitar o saque calamidade do FGTS: dirigir-se a uma agência da Caixa Econômica ou solicitar a parcela por meio do aplicativo. Quando realizado online, o valor é transferido para a conta em até 5 dias úteis após a aprovação.

É necessário apresentar um documento com foto e um comprovante de residência. No aplicativo, esses documentos devem ser enviados por foto. Veja como solicitar:

  1. Acesse o App FGTS e faça login;
  2. Selecione a opção “Fazer saque digital”;
  3. Escolha a modalidade “Saque-rescisão”;
  4. Confirme seus dados;
  5. Anexe os documentos exigidos;
  6. Informe os dados bancários para recebimento.

Este processo oferece uma solução eficiente e acessível aos trabalhadores que enfrentam dificuldades decorrentes de calamidades, garantindo a prontidão na assistência financeira.

Ariel França
Jornalista especializado em Direito Administrativo, Gestão Pública e Administração Geral. Possui mais de uma década de experiência em produção de conteúdo para a internet.