CPF digital está disponível para solicitação online; saiba como emitir

Passou a valer neste ano a Lei 14.534 em que traz mudanças para registro da pessoa física, e fortalece o CPF digital. Desde 2021 a impressão do documento em formato de cartão, conhecimento nacionalmente pelo seu modelo azul, já não existe mais. Agora, a versão online se torna ainda mais importante. 

CPF digital está disponível para solicitação online; saiba como emitir
CPF digital está disponível para solicitação online; saiba como emitir (Imagem: FDR)

O CPF digital passará a ser o único registro civil da pessoa física. Isso significa que o RG já não vai mais existir, e em substituição a ele passa a valer o número do CPF. Quando uma criança nasce o seu registro de pessoa física já é emitido junto com a certidão de nascimento. E este passa a ser seu único documento. 

Como emitir o CPF digital?

A versão do CPF digital fica disponível nos aplicativos online, ou no site da Receita Federal. Desde 2021 quem não estiver com o documento impresso pode apresentar a versão virtual, porque um substituí o outro. O impresso ainda continua válido, mas em muitas regiões já caiu em desuso.

Para emiti-lo basta:

  • Acessar o portal de “Obter cartão de CPF” no site do Gov;
  • Clicar em “Iniciar”;
  • Agora, faça login no portal da Receita Federal pelo Gov.br ou por código de acesso;
  • O comprovante de inscrição do CPF será gerado junto com o QR Code.

O documento pode ser impresso ou apresentado nas situações necessárias.

O que muda com o CPF digital?

Os brasileiros que passarem a emitir a CNI (Carteira Nacional de Identificação), não terão apenas o CPF digital disponível em seu Gov.br, mas também terão acesso a outros documentos. Isso porque, a emissão da CNI que acontece em substituição ao RG vai incluir:

  • CPF como único registro civil;
  • Certidão de nascimento;
  • Certidão de casamento;
  • Certidão de óbito;
  • Documento Nacional de Identificação (DNI);
  • Número de Identificação do Trabalhador (NIT);
  • Registro no Programa de Integração Social (PIS) ou no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep);
  • Cartão Nacional de Saúde;
  • Título de eleitor;
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS);
  • Número da Permissão para Dirigir ou Carteira Nacional de Habilitação (CNH);
  • Certificado militar;
  • Carteira profissional expedida pelos conselhos de fiscalização de profissão regulamentada; e
  • Outros certificados de registro e números de inscrição existentes em bases de dados públicas federais, estaduais, distritais e municipais.

Entre na comunidade do FDR e receba informações gratuitas no seu Whatsapp!

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: [email protected]