Banco Central confirma SAQUE de valores esquecidos para milhares de pessoas

O Banco Central emitiu um alerta avisando que há R$ 7,5 bilhões esquecidos por brasileiros em instituições bancárias. Os valores em questão tratam de quantias que foram disponibilizadas porque os clientes deveriam ter sacado, mas não se propuseram a receber. Desde o último ano os valores estão disponíveis.

Banco Central confirma SAQUE de valores esquecidos para milhares de pessoas
Banco Central confirma SAQUE de valores esquecidos para milhares de pessoas (Imagem: FDR)

O Banco Central criou o Sistema Valores a Receber (SVR) a fim de que os interessados tivessem a oportunidade de resgatar valores que ficaram esquecidos nos bancos. Muitas vezes, essas quantias se tratam de contas que o consumidor nem lembrava que tinha dinheiro disponível.

De onde vem o dinheiro esquecido?

Desde março do último ano os brasileiros puderam acessar o SVR para consultar se possuem dinheiro esquecido. Além da pessoa física, também estão aptos a fazer a consulta as pessoas jurídicas (empresa/CNPJ), e os herdeiros daqueles que já vieram a falecer.

Mas afinal de contas, de onde o Banco Central encontrou esses valores?. Poderão ser devolvidos aos clientes as quantias referentes a:

  • Contas que foram encerradas no banco, mas que ainda tinham saldo;
  • Ressarcimento de taxas cobradas de forma errada pelo banco;
  • Devolução de investimento em consórcios ou seguros;
  • Dinheiro que ficou em poupança.

Segundo o Valor Investe, a maior parte do dinheiro esquecido está em bancos. E ainda em administradoras de consórcios, instituições de pagamento, financeiras, cooperativas, corretoras e distribuidoras.

Como consultar dinheiro esquecido no Banco Central?

Dos R$ 7,5 bilhões ainda disponíveis para saque, R$ 6 bilhões são de pessoa física e R$ 1,5 bilhão de pessoa jurídica. O dinheiro pode ser transferido via PIX, acessando o sistema do Banco Central.

Será informado o valor por faixa, para se ter uma ideia a grande maioria, 31,1 milhões, estão na primeira faixa e podem receber até R$ 10. 

  • Acesse o site do SVR;
  • Clique em “Consulte valores a receber”;
  • Informe o tipo de documento (CPF ou CNPJ), e preencha o número do documento e a data de nascimento;
  • Se houver dinheiro disponível será preciso fazer login no Gov.br para receber;
  • Ao acessar a página procure por “Valores a receber”;
  • Clique no dinheiro que deseja resgatar e solicite o PIX.

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: [email protected]