Maior pagamento do ano pelo Banco Central e dinheiro da poupança de volta estão liberados; veja quem tem direito

O maior pagamento do ano pelo Banco Central está acontecendo neste exato momento. Os brasileiros estão tendo a oportunidade de receber o valor em conta em poucos minutos. Então, confira abaixo mais detalhes sobre como será feito o novo pagamento do Banco Central para 2024.

Selic A Selic é a taxa básica de juros da economia. Seu nome vem de uma abreviação de Sistema Especial de Liquidação e de Custódia, um sistema administrado pelo Banco Central do Brasil (BCB) em que são negociados títulos públicos federais.
Maior pagamento do ano pelo Banco Central e dinheiro da poupança de volta estão liberados; veja quem tem direito (Imagem: FDR)

A notícia pegou muitos cidadãos de surpresa, mas o Banco Central está realizando o pagamento de valores esquecidos pelas pessoas em contas bancárias. A novidade está em andamento já há algum tempo e vem contemplando milhares de cidadãos.

Desta forma, é fundamental que você verifique o programa Valores a Receber, criado pelo Banco Central. O intuito do programa nada mais é do que contemplar os cidadãos com valores que já são deles por direito. Ou seja, é seguir o recolhimento de um dinheiro que já está vinculado ao seu nome.

Como ter acesso ao valor do Banco Central?

Para ter acesso ao pagamento, basta visitar o site oficial do programa. Clicando aqui, você terá como acessar o site do Valores a Receber. A iniciativa ainda não possui uma data de finalização e deve seguir um planejamento de pagamento até o fim deste ano. Isto porque ainda possuem bilhões de reais disponíveis.

Lembrando, não é possível realizar o saque pelo dinheiro de terceiros. Somente aqueles que tiverem valores vinculados ao seu CPF ou CNPJ poderão realizar o saque. A exceção será para o caso dos falecidos. Nesta situação, o responsável, sendo filho(a) ou cônjuge, poderá realizar o saque do valor em conta bancária.

Quais são os valores disponíveis?

Por incrível que isto possa soar, mais de R$ 100 mil já foram retirados por um CPF. Ou seja, esta pessoa acabou esquecendo este valor em uma antiga conta bancária. Então, é bastante provável que ao menos R$ 10,00 tenha sido esquecido por você e pode contribuir com a sua renda atual.

Flávio Costa
Estudante de jornalismo, já atuou na área de assessoria política ao compor o time de comunicação da atual governadora do estado, durante sua campanha eleitoral. Anteriormente, cursou 2 anos no curso de relações internacionais, podendo ampliar sua visão no aspecto macro e micro do cenário nacional e internacional. Fluente em inglês, já atuou como professor de idiomas e também de matemática. Por fim, trabalhou ainda como analista de operações pelo grupo Amazon. Atualmente, dedica-se a universidade e ao portal FDR. Suas redes sociais são @flavioarcosta e [email protected].