Sistema de Valores a Receber ainda tem mais de R$ 7 bilhões a serem sacados

Sistema do Banco Central ainda está disponível para acesso em todo o país. Os valores a receber podem ser sacados pelo próprio cidadão ou por seus dependentes. Veja como consultar se você tem direito.

Sistema de Valores a Receber ainda tem mais de R$ 7 bilhões a serem sacados
Sistema de Valores a Receber ainda tem mais de R$ 7 bilhões a serem sacados (Imagem FDR)

Segundo a última atualização, o Sistema de Valores a Receber ainda tem R$ 7,52 bilhões a serem sacados; outros R$ 5,31 bilhões já foram devolvidos. O dinheiro está depositado em contas no nome de centenas de brasileiros, incluindo pessoas falecidas.

O último balanço foi divulgado pelo BC na última quinta-feira, 07, e aponta ainda que 16 milhões de pessoas já fizeram o resgate de valores.

Valores a Receber

  • O SVR foi reaberto em março desse ano após ficar um ano fora de funcionamento.
  • Ele reúne o dinheiro “esquecido” em contas bancárias.
  • O sistema tem valores que podem ser sacados por pessoas físicas ou jurídicas.
  • Um mesmo beneficiário pode ter valores em mais de uma instituição bancária.
  • É possível fazer a consulta e o resgate de valores em nome de pessoas já falecidas, mas, o procedimento é um pouco mais demorado.
  • A maioria das pessoas tem baixas quantias a receber, 62,98% têm até R$ 10; outras 25,71% têm entre R$ 10,01 e R$ 100.
  • Apenas 9,64% das pessoas têm valores entre R$ 100,01 e R$ 1.000; e outros 1,68% têm valores acima de R$ 1.000,01.

Como recuperar os valores a receber do Banco Central

  • Entre no site oficial do sistema;
  • Faça o login com sua conta Gov.br, é necessário que ela seja de nível prata ou ouro, saiba como subir de nível.
  • Leia e aceite o termo;
  • Confira a informação na tela. Caso tenha algum valor a ser sacado, serão exibidos os dados.

A partir desse momento, após a confirmação de valores, você tem duas opções:

  • “Solicitar por aqui”: nesse caso a devolução é feita em até 12 dias via PIX, basta informar a sua chave.
  • “Solicitar via instituição”: nessa situação é necessário entrar em contato com o banco para solicitar o depósito.

Jamille Novaes
Baiana, formada em Letras Vernáculas pela UESB, pós-graduada em Gestão da Educação pela Uninassau. Apaixonada por produção textual, já trabalhou como corretora de redação, professora de língua portuguesa e literatura. Atualmente se dedica ao FDR e a sua segunda graduação.