BPC ganha gratificação aumentando a renda dos beneficiários

Os inscritos no BPC (Benefício de Prestação Continuada) não são aposentados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Por isso, recebem benefício ainda limitado, tanto de salário como de vantagens. No entanto, podem solicitar uma renda a mais para aumentar o seu poder de compra todos os meses.

BPC ganha gratificação aumentando a renda dos beneficiários
BPC ganha gratificação aumentando a renda dos beneficiários (Imagem: FDR)

Os idosos ou pessoas com deficiência que recebem o BPC têm direito de sacar todos os meses até 1 salário mínimo. Em janeiro o valor foi reajustado e passou de R$ 1.320 para R$ 1.412. Essa será a nova quantia paga pelo INSS neste ano, com reajuste de 6,97% comparado ao ano anterior.

Benefício extra para quem recebe o BPC

As pessoas que recebem o BPC são consideradas de baixa renda, com ganho de até 1/4 do salário mínimo por pessoa. Elas podem receber além deste salário uma ajuda extra do governo. Trata-se do Bolsa Família, dedicado a auxiliar famílias que vivem em condição de vulnerabilidade social.

O valor recebido no BPC não entra no cálculo de renda familiar. Por isso, a vaga do grupo pode ser garantida no Bolsa Família quando:

  • Estão inscritos no Cadastro Único;
  • Possuem renda familiar de no máximo R$ 218 por pessoa.

Valor do BPC e do Bolsa Família juntos

Caso consiga a aprovação no Bolsa Família, após disponibilidade de vaga e conforme os dados fornecidos no Cadastro Único, o cidadão soma esse auxílio com o pagamento do BPC. Ganham prioridade na fila de espera as famílias com crianças, adolescentes e gestantes.

Juntos, os dois programas podem oferecer mensalmente ao grupo beneficiado:

  • R$ 1.412 pelo Benefício de Prestação Continuada; +
  • R$ 600 fixo pelo Bolsa Família +
  • R$ 150 por criança de 0 a 6 anos (benefício complementar) +
  • R$ 50 para bebês de até 6 meses, crianças acima dos 7 anos até os 18 anos de idade, e gestantes (benefício complementar).

Para conseguir unir os dois pagamentos é preciso manter os dados atualizados no Cadastro Único.

Lila Cunha
Autora é jornalista e atua na profissão desde 2013. Apaixonada pela área de comunicação e do universo audiovisual. Suas redes sociais são: @liilacunhaa, e-mail: [email protected]