Empréstimo para MEI pode chegar a R$ 20 mil para clientes DESTE banco

Empreendedores que optam pela formalização como Microempreendedor Individual têm a chance de acessar empréstimos de forma mais facilitada e com condições atrativas. Uma opção disponível é o empréstimo para MEI do BNDES, com limite de até R$ 20 mil.

Empréstimo para MEI pode chegar a R$ 20 mil para clientes DESTE banco
Empréstimo para MEI pode chegar a R$ 20 mil para clientes DESTE banco. (Imagem: FDR)

Destinado a pessoas físicas e jurídicas empreendedoras de pequeno porte, o empréstimo para MEI abrange atividades produtivas com receita bruta de até R$ 360 mil anuais. Os recursos podem ser utilizados para capital de giro, investimentos em obras civis, aquisição de máquinas, compra de insumos e materiais.

A taxa de juros do empréstimo para MEI, negociada entre o agente operador e o cliente, não pode exceder 4% ao mês, incluindo todos os encargos. Além disso, uma taxa administrativa de até 3% sobre o valor financiado pode ser cobrada no ato da abertura de crédito.

Como solicitar o empréstimo para MEI?

Empreendedores individuais que buscam um empréstimo podem acessar o Microcrédito BNDES de maneira prática e ágil, seja online pelo Canal MPME ou presencialmente, dirigindo-se aos agentes operadores do empréstimo para MEI em suas respectivas cidades ou regiões. 

Outra opção é verificar as instituições financeiras que possuem redes próprias de agentes operadores de microcrédito para obter informações sobre o processo de solicitação.

Este programa oferece facilidades para a obtenção de recursos a microempreendedores individuais, visando impulsionar seus negócios com condições acessíveis.

Cartão de crédito do MEI 

A taxa de juros do cartão de crédito do MEI sofre variações mensalmente, mas pode ser consultada pelo Portal de Operações do Cartão BNDES. Em novembro, por exemplo, esta é de 1,52%. Já a taxa administrativa pode ser cobrada pelo banco emissor no ato da abertura do crédito, não podendo ultrapassar 2% sobre o limite concedido. 

É importante explicar que o cartão de crédito do BNDES não se limita ao MEI, podendo ser solicitado também por micro, pequenas e médias empresas, clubes, sindicatos e associações. Entretanto, a empresa deve ter controle nacional com faturamento de até R$ 300 milhões anuais. 

A solicitação está sujeita à apresentação do CNPJ regular e que esteja em dia com as certidões e tributos federais. O MEI, em contrapartida, precisa apenas apresentar o CNPJ regular e o faturamento anual de até R$ 360 mil. 

O pedido inicial pode ser feito pelo portal online, mas a etapa final para emissão do cartão requer o comparecimento do titular da empresa junto ao banco comercial emissor. Na ocasião, será preciso apresentar uma conta jurídica junto a toda a documentação necessária.

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR, onde pesquisa e produz conteúdo sobre economia, direitos sociais e finanças.