Desenrola Brasil: Governo anuncia renegociação de dívidas nos apps dos bancos

O governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pretende facilitar ainda mais a vida dos endividados com o Desenrola Brasil. A ideia é que os brasileiros que precisem se livrar dos débitos possam os aplicativos dos bancos em que possuem conta para a renegociação de valores. Entenda.

Desenrola Brasil: Governo anuncia renegociação de dívidas nos apps dos bancos
Desenrola Brasil: Governo anuncia renegociação de dívidas nos apps dos bancos. Imagem: FDR

A novidade passa por uma ação do Ministério da Fazenda, que busca impulsionar a adesão ao programa. Através do Desenrola, o governo enxerga a possibilidade de reduzir o endividamento e oferecer um caminho de organização financeira.

A projeção da equipe econômica é que a opção esteja disponível para a população a partir do fim de fevereiro. A implementação, no entanto, ainda depende da colaboração dos bancos. Eles são responsáveis pelos ajustes envolvendo a interface de programação de aplicativos.

Vale lembrar que, além das instituições bancárias, birôs de crédito como a Serasa também se uniram com o Desenrola Brasil para facilitar o acesso dos consumidores aos acordos. O fato do processo de negociação ser realizado de modo online é um facilitador.

Quem pode negociar pelo Desenrola Brasil?

Toda pessoa com dívidas pode negociar pelo Desenrola Brasil. O público, porém, foi dividido em duas faixas. A ideia é facilitar o processo de renegociação. Veja mais detalhes abaixo:

Faixa 1

  • Consumidores com ganho de até R$ 5 mil por mês; ou
  • Inscritos no Cadastro Único (CadÚnico);
  • Deverão negociar diretamente no site do Desenrola Brasil;
  • Podem ser renegociadas as dívidas que tenham sido negativadas de 2019 a 2022, e cujo valor atualizado seja inferior a R$ 20 mil.

Faixa 2

  • Consumidores com renda mensal de até R$20 mil;
  • Pessoas cuja dívidas bancárias foram inscritas em cadastros de inadimplentes até 31 de dezembro de 2022;
  • Negociação pode ser feita diretamente com o banco, sem passar pela plataforma do Desenrola.

Vittoria Fialho
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já esteve como repórter no Diario de Pernambuco e no Portal NE45 Minutos. Nos veículos, fez parte das editorias de redes sociais e esportes. Também acumula experiência na assessoria de imprensa do Clube Náutico Capibaribe. Suas redes sociais são: @vtfialho e [email protected].