Programa Pé de Meia: entenda como vai funcionar programa de ajuda financeira para alunos

O presidente Lula sancionou nesta terça-feira (16) uma medida que promete impulsionar a permanência dos estudantes do ensino médio da rede pública. Denominado Bolsa Pé de meia, o programa oferecerá incentivos em dinheiro para que os alunos continuem estudando.

Matrícula escolar 2024 já pode ser feita no Distrito Federal; Veja como
Programa Pé de Meia: entenda como vai funcionar programa de ajuda financeira para alunos (Imagem: FDR)

A bolsa será destinada a estudantes de baixa renda matriculados no ensino médio em escolas públicas, abrangendo também os alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) com idade entre 19 e 24 anos.

A principal regra para participar da rodada de pagamentos é que os estudantes pertençam a famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico).

Como funciona o Programa Pé de Meia?

  • Os valores da Bolsa Pé de meia ainda não foram divulgados, ficando a cargo dos ministérios da Fazenda e da Educação decidirem conjuntamente.
  • O dinheiro será depositado em uma conta aberta em nome do estudante, podendo ser a poupança social digital disponibilizada pela Caixa Econômica Federal.
  • O Ministro da Educação, Camilo Santana, enfatizou que os estudantes do terceiro ano do ensino médio receberão um incentivo adicional para realizar o Enem.
  • A bolsa, segundo Santana, visa estimular o acesso e a permanência dos jovens nas escolas, concentrando esforços no ano crítico com maior registro de evasão, abandono e reprovação.

Quando começam os pagamentos?

  • A expectativa é que os estudantes da rede pública comecem a receber os depósitos na poupança a partir de março.
  • O programa Pé de Meia tem como meta beneficiar cerca de 2,5 milhões de jovens.
  • Serão contemplados os alunos do 1º, 2º e 3º ano do Ensino Médio (com adicionais para os alunos do 3º ano que fizerem o ENEM).

A importância da Bolsa Pé de Meia

A criação da Bolsa Pé-de-meia surge como resposta à necessidade de enfrentar a evasão escolar, proporcionando aos estudantes um suporte financeiro para superar desafios socioeconômicos.

Além de contribuir para a conclusão do ensino médio, a medida visa preparar os jovens para um futuro profissional mais sólido, combatendo a realidade de 11% dos brasileiros de 11 a 19 anos fora da escola em 2022, de acordo com levantamento do Ipec.

Ariel França
Sou produtor multimídia com mais de 10 anos de experiência. Formado em Jornalismo e pós-graduado em Direito Administrativo e Gestão Pública. Concentro-me em simplificar temas complexos, como finanças, gestão pública e administração, para torná-los acessíveis a todos os públicos. Acredito na importância de uma comunicação responsável e de alta qualidade em todas as mídias, mantendo-me atualizado constantemente para atender às demandas do mercado de forma competente.