CPF: Saiba como regularizar o documento após MUDANÇA na lei

Um dos principais documentos na vida do cidadão brasileiro, o Cadastro de Pessoa Física (CPF) está passando por mudanças. O processo, no entanto, será demorado, com previsão de ser finalizado apenas em 2033. Mas isso não quer dizer que os portadores do passaporte não precisam estar atualizados de agora.

CPF: Saiba como regularizar o documento após MUDANÇA na lei
CPF: Saiba como regularizar o documento após MUDANÇA na lei. Imagem: FDR

As mudanças deverão ser implementadas por etapas pela Receita Federal. A previsão é que esse processo seja encerrado apenas no ano de 2033. A medida tem o objetivo de garantir que o cadastro de pessoa física passe a ser o documento principal dos cidadãos brasileiros.

Saiba mais detalhes sobre as novas regras para inscrição do CPF

  • As modificações são voltadas para os cidadãos que ainda não possuem o documento ou estão com o CPF irregular;
  • Durante os próximos anos, o CPF deverá substituir o RG, por isso é essencial que o cidadão que ainda não tem o documento realize sua emissão;
  • A solicitação pode ser realizada online, por meio do site da Receita Federal;
  • A plataforma está disponível neste link;
  • Após acessá-la, o cidadão deverá clicar na opção “Meu CPF”;
  • Em seguida, será preciso selecionar o botão “inscrever-se no CPF”;
  • Nessa etapa, ele deverá preencher os dados solicitados pela plataforma e seguir as instruções na tela para realizar a emissão do documento;
  • Caso possua alguma irregularidade, o processo para correção é parecido;
  • Nesse caso, ele também precisará entrar na plataforma e clicar na opção
  • “Meu CPF”, seguida pela opção “Consultar CPF”;
  • Neste momento, ele deverá informar o número do documento e aguardar a verificação;
  • Caso exista alguma irregularidade, ela será apontada pela plataforma;
  • O site também indicará como o cidadão deve corrigir a questão;
  • Recentemente, o Governo Federal tem realizado o bloqueio do pagamento de benefícios sociais para brasileiros com o documento irregular;
  • Por isso, é essencial que o cidadão verifique sua situação para não perder algum benefício.

Vittoria Fialho
Jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco, já esteve como repórter no Diario de Pernambuco e no Portal NE45 Minutos. Nos veículos, fez parte das editorias de redes sociais e esportes. Também acumula experiência na assessoria de imprensa do Clube Náutico Capibaribe. Suas redes sociais são: @vtfialho e [email protected].